29 de julho de 2014

Resenha: A Elite - Kiera Cass

Título: A Elite (The Elite)
Série: The Selection #2
Autor: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Ano: 2013
Páginas: 355
A Seleção começou com 35 garotas. Agora restam apenas seis, e a competição para ganhar o coração do príncipe Maxon está acirrada como nunca. Só uma se casará com o príncipe Maxon e será coroada princesa de Illéa. Quanto mais America se aproxima da coroa, mais se sente confusa. Os momentos que passa com Maxon parecem um conto de fadas. Quando ela está com Maxon, é arrebatada por esse novo romance de tirar o fôlego, e não consegue se imaginar com mais ninguém. Mas sempre que vê seu ex-namorado Aspen no palácio, trabalhando como guarda e se esforçando para protegê-la, ela sente que é nele que está o seu conforto, dominada pelas memórias da vida que eles planejavam ter juntos. America precisa de mais tempo. Mas, enquanto ela está às voltas com o seu futuro, perdida em sua indecisão, o resto da Elite sabe exatamente o que quer — e ela está prestes a perder sua chance de escolher.
Somente seis garotas permanecem na Seleção, e as coisas ficam cada vez mais difíceis para America, dividida, ela vê seus sentimentos pelo príncipe Maxon ganhar forças, mas não consegue deixar seus passado com Aspen para traz principalmente quando tem de vê-lo todos os dias já que ele agora fazia parte dos guardas do castelo. Quando ela pensa ter se decidido sempre acontece algo e ela muda de ideia. 

America ainda tem que lidar com todas as tarefas que lhe são impostas, e quando Marlee deixa a competição, ela passou a ter em Kriss sua mais forte concorrente uma amiga, para lidar com as outras concorrentes não tão amigáveis.
— Por semanas, America, você tem me pedido tempo, e eu dei sem hesitar, por que tinha fé em você. Por favor, preciso que você tenha um pouco mais de fé em mim.
Em A Elite podemos ver mais sobre o sistema político do país e os métodos que Gregory Illéa o primeiro rei de Illéa usou para criar e instalar o sistema no país em que o país vive, ainda pode-se ver a diferença entre os rebeldes nortistas e sulistas e quais as intenções de seus ataques e de suas atitudes.

A indecisão de America chega a ser insuportável, ela fica num vai e vem incessante entre Aspen e Maxon, mas, podemos ver que quando ela se decepciona com Maxon, Aspen é o porto seguro dela. America vive cheia de dúvidas a respeito das intenções e do caráter de Maxon. Sem contar que a ideia de ser princesa ainda assusta America e isso a afasta mais e mais de Maxon
— As coisas são assim. O céu é azul, o sol é quente, e Aspen ama America para sempre. O mundo foi feito para ser assim. De verdade, Meri, você é a única garota que desejei na vida. Não posso imaginá-la com outra pessoa. Tentei me preparar para isso, caso acontecesse, e... não consegui.
Nós vemos nesse livro outro lado de America, ela diversas vezes age inconsequentemente e impulsivamente sem pensar no que as atitudes dela podem causar a ela mesma e a quem está a sua volta. Isso geralmente quando sua relação com Maxon está abalada, essas atitudes quase causaram a sua exclusão da seleção e de brinde ela ganhou um novo inimigo o rei Clarkson, que já não ia muito com a cara dela e a agora a odeia por completo. 

Ao terminar de ler A Elite tive a mesma reação que tive ao terminar de ler A Seleção, preciso de mais! Mas ainda assim, o caminhar história em certos pontos chegam a ser bem entediante, as atitudes impensadas de America me deu vontade de estapeá-la. Me surpreendi positivamente e negativamente com algumas atitudes de Maxon, achei Aspen um pé no saco quase todo o livro ele só deixava America mais confusa e irritadiça, gostei bastante do relacionamento entre a rainha Amberly e as selecionadas e não podia deixar de comentar sobre May que mais uma vez em uma pequena participação me encantou.

Classificação:
#TeamMaxon

19 comentários:

  1. Por mais que tenha sido superficial eu curti o lado político do livro, a indecisão da America foi uma chatice mds, mas pelo menos começou a acordar em relação a seleção, se não ia se ferrar muito!

    ResponderExcluir
  2. America ficou mais tonta do que já era em "A Elite" kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Gente, eu tenho tanta dó do Aspen que não consigo odiá-lo Kkkk Mas essa indecisão da América é realmente irritante e para piorar ele fazendo a cabeça dela D: América sempre tão teimosa ainda da vontade de torcer o pescoço, mas o Maxon.. ahh o Maxon. Tive vontade de dar um belo soco na cara dele em certos momentos viu.....
    ~ Não consigo levar as ameaças do rei a série. Sempre que leio, me vem a imagem de uma conversa um tanto cômica. Loucura? Loucura! Kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Blog | Paixonites Literárias Xx

    ResponderExcluir
  4. Sobre América: Nesse livro ela me irritou bastante, porque todos os princípios que eu achei que ela tinha no primeiro livro ela meio que colocou "por água a baixo" nesse. Tipo, ela entrou por causa da família, mas quando fez as atitudes bem complicadas não pensou na família.
    Sobre Maxon e Aspen: Nesse livro eu fiquei dividida entre eles dois, não vou mentir. Maxon se mostrou um completo imbecil em muitas partes e Aspen se redimiu comigo. então fiquei divida, mas no final voltei a Team Maxon. :D

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Segundos livros tendem a ser mais irritantes mesmo, entendo que ouve essa insegurança por parte de America. Não tenho muito o que falar porque realmente não conheço muito os dois possíveis pares da personagem. Fico feliz que no final o livro ainda instiga o leitor a continuar :)

    ResponderExcluir
  6. Confesso "acho" que nunca li os livros da autora Kiera Cass e logo, o pouco que sei da série é através de resenhas e comentários.

    ResponderExcluir
  7. Fiquei achando que eu era a única a querer bater na América em alguns momentos da história, serio, o que ela tem na cabeça para agir de determinadas formas? E será que ela não percebe que o destino dela é com Maxon? u.u Sim, sou do team dele, então é obvio que eu sofri muito quando ela arranja a pior pessoa do mundo para ser seu inimigo e isso sem falar que a continuação demorou séculos para ser lançada, quase morri! Mas de qualquer forma continuei apaixonada e sempre desejando por mais <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oiee, Alisson!!

    Amo livros assim - Você termina de ler e quer mais - são os melhores!! Adoroo livros em que tem um triangulo amoroso hahahahaha A disputa se torna acirrada.... Mas pelas resenhas o livro parece ser maravilhoso e incrível XD Pretendo ler em breve!

    A sua resenha está ótima ♥♥

    Beijos e Sucesso!

    ResponderExcluir
  9. Gente, eu amo essa série, na boa. Se bem que eu ficava meio p da vida com o Maxon em determinados momentos, porque ele tem umas atitudes que me deixam meio irritada. Mas enfim, não tira o fato do que o livro é tão bom quanto A Seleção.
    Amei a resenha!

    ResponderExcluir
  10. Eu ainda não tive oportunidade de lê-lo, mas pela sinopse e como terminou o primeiro livro, creio eu, que será muio interessante.

    ResponderExcluir
  11. Ainda não li nenhum livro dessa série e cada resenha que vejo dos livros me deixa ainda mais interessada em conferi isso tudo que dizem.

    ResponderExcluir
  12. Gostei desse livro, mas não sei se foi melhor que o primeiro, porque todos são demais. Quero logo esses livros para ler novamente.

    http://mundo-restrito.blogspot.com.br
    @rs_juliete

    ResponderExcluir
  13. Parabéns pela resenha! Deu a entender que esse livro dos três, tem um lado mais "político". Espero que a história consiga cativar da mesma forma os leitores :)

    ResponderExcluir
  14. Hahaha..eu também queria estapear a America!! Meo deos!! Me deixava louca!!
    Realmente a indecisão de America chega a ser insuportável, sabe a vontade de matar ela???!!! Tava tenso demais, queria que acabasse o livro pra eu saber de tudo, mas ao mesmo tempo nao queria q acabasse, pq eu adoro a série...hehe.. Sou confusa mesmo!
    Como eu disse na resenha do livro 1, a Kiera Cass escreve bem demais. Muitas emoçoes.

    ResponderExcluir
  15. Nossa deu muita raiva da America em A Elite, ela estava muito irritante com essa indecisão toda..

    ResponderExcluir
  16. Na Elite foi a parte que mais fiquei com raiva dela, nossa a menina era mto indecisa
    ficava com um e que outro tava parecendo uma periguete kkkkkkkkkk
    pegava os dois de uma vez hahaha
    desse foi a que menos gostei ..

    ResponderExcluir
  17. Meu Deus, agora com essa resenha fiquei bastante curiosa de verdade, somando ainda com o pessoal dizendo nos comentários que também sentiram raiva da America em algumas partes kkk Tô louca pra ler ♥

    ResponderExcluir
  18. Oi, volto a dizer que parece ser bem fofo. Não gosto muito de personagens que ficam com ladainha e com indecisão, isso me irrita e geralmente faz com que não goste do livro. Mas acho que vou gostar.

    ResponderExcluir
  19. Olá. Em a Elite, como vc demonstrou na resenha, a competição se restringe a apenas 6 garotas e a coisa começa aficar tensa rsrs, tem também a indecisão de America quanto a Aspen e Maxon, que tenho q confessar me chateou um pouco, mas é compreensível, pois eles são maravilhosos rsrs. A série continua muito boa em seu segundo livro e quando se termina de lê-lo realmente ser quer mais rs

    ResponderExcluir