11 de setembro de 2014

Resenhando Filme: Hércules – As Guerras Trácias

Título: Hércules – As Guerras Trácias (Hercules)
Direção: Brett Ratner
Gênero: Ação
Duração: 98 min.
Lançamento: 4 de Setembro
Filho de Zeus, o semi-deus Hércules (Dwayne Johnson) sofre há 400 anos, por ter perdido toda a sua família. Após realizar os doze trabalhos, ele conhece seis homens sanguinários e impiedosos, e une-se ao grupo em busca de novas tarefas e de qualquer trabalho que puder encontrar, com a condição de ser remunerado. Esses homens assassinam diversas pessoas em seu caminho, e com isso acabam despertando fama na região, até que o rei da Trácia chama Hércules e convida-o a treinar o seu exército, na intenção de transformá-los em verdadeiros mercenários.


Hércules sempre foi um dos maiores e mais falados mitos gregos, já teve filme live action, animação da Disney, série, filmes, quadrinhos, livros e como um aficionado por mitologia grega e principalmente por Hércules eu simplesmente não podei deixar de ver esse novo filme sobre meu herói Grego favorito, fora que temos ninguém menos que The Rock como o filho de Zeus.

O filme já começa nos apresentando toda a mitologia e misticismos que o nome Hércules recebe, como o ódio que Hera Deusa Mãe possui dele e seus 12 trabalhos realizados a mando do rei Euristeu sob ordem de Hera. E enfim somos apresentados ao nosso herói que chega bem a tempo de salvar seu sobrinho Iolaus.

Muita gente não se agradou ou criticou o Hércules de Dwayne Johnson, mas, mas além de gostar muito do ator, eu achei que ele encarnou o personagem perfeitamente. The Rock com todos aqueles músculos se encaixou exatamente no Hércules que eu imaginava. Fora que ele soube levar bem todos os tons de personalidade do personagem.

A ambientação do filme é maravilhosa, as roupas e os efeitos, não tenho de que reclamar simplesmente ficou tudo muito bom e bem produzido.

Mas, nem tudo são flores no filme, criei um certa expectativa para o filme e mesmo tendo realmente gostado não posso dizer que ele alcançou as expectativas em certos postos, senti que promoveram um filme e me entregaram outro, pelos trailers esperava um filme do poderoso Hércules o filho do rei dos Deuses, mas, não eles transformaram Hércules num homem mortal que tem uma força monstruosa e acrescentaram "parceiros" para explicar como ele conseguiu lidar com as 12 trabalhos, uma outra coisa que ficou a desejar para mim, pensei que haveria bem mais sobre os tão falados 12 trabalhos de Hércules, mas isso não aconteceu.

Hércules é baseado no mito Grego do filho de Zeus, mas, eu senti falta da mitologia e do misticismos dos mitos Gregos, durante todo o filme o que a mim transmitido é que o povo acreditava, mas nem o próprio Hércules chegou a ver sequer uma criatura mitológica para ter certeza que elas existem, e para mim isso matou a mitologia do filme. Humanizar Hércules foi a maior falha do filme e tornou tudo controverso para mim, nunca vou conseguir ver Hércules como um mero mortal.

Mas ainda assim com essa falha não posso negar que gostei muito do filme, gostei muito da atuação de Dwayne Johnson e o filme passa de forma gostosa, a ambientação, fotografia, trilha sonora são boas. Não me arrependo de ter ido assistir e ainda recomendo que vejam, finjam não ver Hércules como um mero mortal e o filme será uma experiência muito boa.

P.S.: Em vez de Atalanta podiam ter chamado a Xena
P.S.2: Iolaus continua o mesmo inútil. 
P.S.3: Mesmo matando toda mitologia eles ainda conseguiram impor a rixa entre Hércules e Hera no final do filme. hahahaha 

Classificando:



É isso pessoal Xo

Nenhum comentário:

Postar um comentário