8 de outubro de 2014

Resenha: Águas Turvas - Helder Caldeira

Título: Águas Turvas
Autor: Helder Caldeira
Editora: Quatro Cantos
Ano: 2013
Páginas: 272
O jovem médico brasileiro Gabriel Campos decide fazer especialização em Worcester, Massachusetts, depois da morte dos pais. Justin Thompson, herdeiro de uma abastada família republicana de Holden, no mesmo estado, dirige uma rede de revendedoras de automóveis em plena crise econômica de 2009. A trajetória desses dois homens é permeada por um turbilhão ininterrupto de acontecimentos, que prendem irreversivelmente o leitor até o último parágrafo e constroem uma emocionante história de amor.


Águas Turvas era um dos livros que mais ansiava em ler esse ano, a sinopse do livro me deixou bem curioso, achei que o romance de Gabriel e Justin seria interessante e agradável e mesmo tendo demorado tanto tempo para comprar o livro e ler, simplesmente fiquei encantando com o que encontrei no livro.

Gabriel se mudou para os Estados Unidos para fazer especialização em Massachusetts depois de perder seus pais, essa foi a forma que ele encontrou de deixar seus fantasmas para traz. E foi exatamente no saguão do aeroporto quando ele chegou que ele conheceu Justin, ou seria melhor dizer Justin atropelou as malas de Gabriel? Ao se olharem os dois ficaram encantados que o que viram, mas, após se ajudarem cada um seguiu seu caminho, mas, o destino é traiçoeiro e não vai deixar que o que eles sentiram termine assim.
— Meu Deus! — assustou-se Gabriel, imediatamente estendendo a mão para tentar ajuda o desastrado desconhecido. — Deixe-me ajudá-lo. Você está bem?
— Me perdoe. Meu Deus! — disse Justin, voltando a falar ao celular: — Mãe, eu já te ligo de volta... Não! Não! Está tudo bem. Eu já te retorno, mãe — desligou.
— Vamos! Eu te ajudo a levantar.
— Obrigado. Que bagunça eu fiz!
— Não. Sem problemas. — afirmou Gabriel, sem grande certeza de que estava falando e ajudando no desconhecido a se erguer.
Gabriel é um homem forte e bem sucedido, desde criança tinha convicção que queria ser medico e conseguiu, mas, perder seus foi um baque muito forte, com isso ele resolveu seguir seus sonhos e partiu pro EUA, não imaginava ele que o destino tinha bem mais do que ele desejava reservado. Justin é presidente de uma rede de revendedoras de automóveis e vem de uma família tradicional americana e sempre se achou completo, mas, ainda lhe falta algo, ainda lhe falta amor.
— É isso que você pensa de mim? Que sou o irmão gay frustrado incapaz de ser feliz?
— Há quanto tempo você não namora alguém? Dois anos? Três anos? Aliás, você já namorou alguém pra valer?
— Ei! Rapazes, parem com isso! — apartou Edward, percebendo a exaltação de seus filhos enquanto estacionava o carro diante da loja da florista. — A loja esta aberta, Ethan. Vá e compre as flores. Helen vai gostar do presente.
— Fique sabendo Ethan, que eu não preciso arrumar um namorado para provar nada a ninguém! — provocou Justin.
Ao começar a ler o livro eu fiquei um pouco confuso e perdido, vários personagens são introduzidos de uma vez e todos eles tem voz no livro, mas, passado algum tempo de leitura você se acostuma e isso não se torna um grande problema, na verdade deixa o livro mais interessante.

O livro tem como centro o romance entre Gabriel e Justin, leve e sublime, o magnetismo do casal te prende a leitura, principalmente com todas as intervenções do destino, que não sabemos se está atrapalhando ou ajudando o casal. Mas além disso, ele aborda também os acontecimentos da família Thompson, que não são poucos. Na verdade com o caminhar da leitura você percebe que a família esconde muita sujeira debaixo do tapete.

Meus personagens favoritos além de Gabriel e Justin claro são Nicole a irmã de Justin, ela é super companheira e divide seus segredos com o irmão assim como ela faz com ela e Florence que mesmo fazendo pouca participação serviu como agente do destino para a união de Justin e Gabe.
— Eu sempre soube que vocês dariam certo juntos. Pareciam feitos um para o outro desde a primeira vez que os vi chegar ao Val's, no meio da ventania daquela tarde chuvosa. — Florence abriu os braços. — Vocês bem que poderiam me agradecer!
— Ah é?! Pelo que? — questionou Justin, tentando compreender o que a recepcionista lhes dizia.
— Naquele dia, eu menti! confessou Florence, sorridente. — Coloquei vocês juntos naquela mesa, apesar de outras três estarem desocupadas!
Helder aborda em seu livro temas diversos como amor, preconceito, inveja, dor, traição, mas tudo de um a forma tão intensa que você se vê no turbilhão de sentimentos. Ele mostra que destino sempre está a espreita e reserva algo pra você, seja algo bom ou ruim. Eu adorei a capa do livro, que em certo ponto do livro você entende a escolha, já o porque do nome do livro fica bem explicito já no inicio do livro e também durante o restante da leitura.

A partir da sinopse do livro que eu li eu esperava um grande história de amor em Gabriel e Justin, mas Helder Caldeira nos prestigia com bem mais, ele nos entrega mistérios, dramas, duvidas, surpresas, reviravoltas emocionantes e tudo isso de uma forma tão real e espontânea que simplesmente não consegui largar o livro e além disso tudo ele conseguiu me enganar com um dos cliffhangers do livro fiquei abismado quando descobri a verdade.

Não esperava me envolver com a história como eu me envolvi, fiquei revoltado em alguns momentos, fiquei bobo e feliz em outros, o enredo do livro é tão bom que você pensa estar vivenciado o que se passa nele. Águas Turvas é um daqueles livros que nós esperamos muito dele e ele vai lá e nos da um tapa na cara e te entrega bem mais do que esperava. O livro é maravilhoso aborda com respeito e graça a relação dos protagonistas e esse é o grande ponto forte dele.

Classificando:

6 comentários:

  1. Muito interessante.
    Não conhecia o livro, e apesar de ser pequeno parece ter um grande aproveito.
    Legal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não tem noção só proveito que o livro tem!! Na verdade é tanta reviravolta na história que o livro parecer ser maior do que realmente é!!

      Xo Leo!!

      Excluir
  2. Não conhecia o livro, mas a história parece ser interessante apesar de ter poucas páginas. E sua resenha como sempre um arraso. Adoro a forma como você consegue transmitir seus sentimentos e pensamentos em relação ao livro. Paarabéns ♥
    Blog | Paixonites Literárias Xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paixonites adoro quando você visita e comenta meu blog!! Sempre me enchendo de elogios, já disse para não elogiar muito hahaha!! Que bom que você gostou do que eu escrevi esse livro me proporcionou uma leitura muito boa.

      Xo PL!!

      Excluir
  3. O livro não é pequeno, não entendi por que acham isso, são 272 páginas. De muita emoção. Li várias vezes, na verdade 5 vezes :) e cada vez que li gostei mais e mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade é bem difícil não gostar né? Ele é um livro de leitura rápida!! Li em dois dias, isso por que fui obrigado a parar para ir dormir.

      Excluir