4 de outubro de 2014

Resenha: Hades - Alexandra Adornetto

Título: Hades (Hades)
Série: Halo #2
Autor: Alexandra Adornetto
Editora: Agir
Ano: 2012
Páginas: 333
Já Resenhei: Halo (Halo #2)
Bethany Church é um anjo enviado à Terra para combater as forças das Trevas. Apaixonar-se nunca fez parte da sua missão, mas o vínculo entre ela e seu namorado mortal, Xavier Woods, é forte. Mas mesmo o amor de Xavier e os cuidados de seus irmãos anjos, Gabriel e Ivy, não impedirão que Beth seja levada a um passeio de moto que acabará no Inferno. Lá, o demônio Jake Thorn não permitirá que Beth volte à Terra e pedirá a ela algo que poderá destruí-la e também a seus familiares.

Comecei a ler Hades ainda sobre o efeito Halo, sim eu gostei do livro, mas como deixei explicito me aborreci um pouco com a Beth e isso me fez criar uma pequena birra com o livro, onde eu estava com a cabeça quando deixei isso acontecer e enrolei tanto para começar a realmente ler o livro? Eu simplesmente adorei.

Em Hades Jake consegue uma brecha e consegue retornar a terra, mas ele não tinha pretensão de ficar, ele engana Bethany e a arrasta para o inferno montado numa motocicleta. O grande desafio de Bethany é resistir ao máximo no inferno, enquanto Ivy, Gabriel e Xavier tentam encontrar uma forma para resgata-la do inferno.
— O que você fez? — consegui perguntar. — Onde eu estou?
— Não se preocupe. — respondeu ele. Fiquei imaginando se ele não estaria tentando me acalmar, mas para Jake não seria fácil manter o papel de condescendente. Olhei para ele e não escondi o ceticismo. — Fique tranquila, Beth. Você não está em perigo.
— O que estou fazendo aqui, Jake?
Minha voz ganhou o tom mais de uma exigência que de uma pergunta.
— Não é óbvio? Você está aqui como minha convidada, Beth.
Ao iniciar a leitura pensei que teria mais do mesmo do que aconteceu em Halo, aquela inocência/chatice de Bethany e não nego que o começo foi bem assim, mas ao vê-la no inferno sofrendo, as atitudes que ela tomou e o fato dela nunca perder a fé, me fez simplesmente deixar de lado qualquer indicio da Bethany que conheci em Halo, passei a achar que a proximidade com Xavier que a tornava tão chata.

Foi bonito de ver Xavier não perdeu a  esperança de trazer Beth de volta e que o amor dos dois era realmente verdadeiro.  Nesse livro nos temos um pouco mais de noção da extensão dos poderes de Ivy e Gabriel, sem falar nos de Bethany. Os irmãos de Bethany, Xavier e Molly passam por uma aventura para conseguir encontrar as informações necessárias para trazerem Beth de volta.
— Você soa como quem já desistiu.
— Não disse isso — retrucou Gabriel. — Mas é uma situação singular. Não sabemos como o que estamos lidando. Os únicos anjos que já estiveram no inferno foram até lá por livre e espontânea vontade, virando as costas ao Nosso Pai, escolhendo seguir o caminho de Lúcifer.
— O que você está dizendo? — quis saber Xavier. — Você acha que Beth fez isso de propósito? Ela não escolheu esse caminho, Gabriel Você esqueceu que testemunhei tudo?
No inferno fez amizade com duas pessoas que assim como ela foram enganados por Jake. Tucker e Hanna, que foram definitivamente meus personagens prediletos, na verdade gostei mais de Tucker ele demonstrou mais fé que Hanna durante todo o livro isso me encantou, Hanna não gostava da situação dela mas, ela vivia em aceitação com a vida dela enquanto Tucker não. Molly continua a mesma desmiolada de sempre e achei desnecessária a participação dela na busca por Beth, ela não adicionou em nada.
— Ele traiu você! — gritei, sem acreditar no que estava ouvindo. — Trapaceou para ganhar a sua vida. Isso é nojento, até mesmo para alguém como Jake.
— Poderia ter sido pior — disse Hanna. — Quando fui atirada em Hades, de alguma forma consigui evitar a fogueira. Fui posta aqui no hotel, onde estou até hoje. Mas eu mesma busquei este destino, senhorita, e não posso reclamar.
— Mas suas intenções eram boas, Hanna. Acho que todo mundo tem direito à esperança.
— Lá na Terra, sim... Mas aqui chegamos ao destino final. Não espero nada e não acredito em milagres.
O livro me surpreendeu. O crescimento de Bethany é visível, Ivy e Gabriel foram mais trabalhados e até Xavier se mostrou melhor que no primeiro livro. Hades se saiu bem melhor do que eu esperava, a partir do momento que me dediquei a leitura, ela fluiu de uma forma agradável. Se não fosse pela birra boba que criei teria lido o livro bem menos tempo que levei. A única objeção que tenho é quanto a capa do livro, que é um spoiler gigante e entrega o início da trama.

Classificando:



Buy Guys Xo

2 comentários:

  1. O que eu te falei?? Falei que ficaria mais ansiosa para ler "Halo" e assim chegar logo em "Hades" né?!! E foi isso o que aconteceu. Vou dar meus pulos e até o final do ano vou ler esses livros =D
    Adorei a capa, bem como a de "Halo", mas agora lendo a resenha realmente, é um belo spoiler =O
    Parabéns pela resenha maravilhosa, de noovo
    Blog | Paixonites Literárias Xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiiie PL!!
      Fico muito alegre de saber que minha resenha proporcionou tal sensação a você!! A capa é realmente muito linda esqueci de citar isso =X mas solta um spoiler chatinho!! Obrigado!!

      Xo Paixonites!!

      Excluir