24 de outubro de 2014

Resenha: Lágrima - Lauren Kate

Título: Lágrima (Teardrop)
Série: Teardrop #1
Autor: Lauren Kate
Editora: Galera Record
Ano: 2013
Páginas: 336
Depois de perder a mãe em um acidente no mar, Eureka acha que nunca mais voltará a sorrir. E a promessa que fez à mãe – a de nunca mais chorar – se torna quase impossível… até conhecer Ander. Louro, alto e de pele muito branca, o rapaz parece estar em todos os lugares e saber coisas que não deveria sobre Eureka. Inclusive um estranho segredo relacionado às suas lágrimas e aos três artefatos que herdou da mãe: uma carta, uma pedra e um misterioso livro que conta a história de uma menina com o coração partido. Ela chorou tanto que deixou debaixo d´água um continente inteiro. Logo Eureka vai descobrir que a antiga lenda é mais que uma história, que Ander pode estar dizendo a verdade e que sua vida pode ter um curso mais sombrio do que ela imaginou.
Depois de ler e adorar a Saga Fallen nada mais que normal querer ler outros livros de Lauren Kate e não vou negar que fiquei bem entusiasmado com esse novo livro dela. Em Lágrima. temos de volta todo o carisma de Lauren, mostrando que ela tem muito mais a dar.

Eureka sempre foi muito feliz vivendo com sua mãe, mas um infeliz acidente com uma onda gigante tira a vida de sua mãe e Eureka se pergunta como ela sobreviveu e a mãe não, desde então ela passa a viver com seu pai, madrasta e seus irmãos gêmeos William e Claire, o que não é nada fácil para ela. A madrasta dela Rhoda é linha dura e a cobra de toda forma possível, o pai de Eureka tenta apoia-la mas, muitas vezes tudo o que consegue é piorar as coisas.
A Dra. Landry pigarreou.
Eureka encarou o teto rebaixado
— Você sabe por que estou aqui.
— Gostaria de ouvir você mesma colocar isso em palavras
— A mulher do meu pai
— Está tendo problemas com sua madrasta?
— Rhoda marcou hora. Por isso estou aqui.
Ander é o que se diria de protetor de Eureka, ele acompanha  de longe a vida de Eureka desde quando ela era uma criança, e num repentino dia ele resolve se mostrar e como ele faz isso? Batendo no fundo do carro de Eureka arranjando para ela mais problemas.
Ela se levantou e tirou a poeira da roupa. Rolou o pescoço, que doía, mas não era nada se comparado com seu estado depois do outro acidente. Eureka olhou a picape branca que bateu no carro dela. Depois olhou garoto.
— Qual é o seu problema? — gritou. — Placa de Pare!
— Desculpe. — A voz dele era suave e melodiosa. Ela não sabia se ele se lamentava mesmo.
— Você pelo menos tentou parar?
— Eu não vi...
— Não viu um carro vermelho e grande bem na sua frente? Ela girou para examinar Magna. Quando viu os danos, xingou de um jeito que toda a paroquia poderia ouvir.
Ao começar a descobrir porque e o que significam as relíquias deixadas por sua mãe como herança, Eureka começa a notar que a vida pode ser muito mais difícil e perigosa do que ela imaginava e que ela vai precisar de ajuda caso ela queira se sair bem nessa jornada.

Madame Blavatsky é a personagem mais agradável e interessante do livro, ela é uma mulher muito sábia e que ajuda bastante Eureka, tanto a traduzir o livro que sua mãe a deixou e a tomar algumas decisões que podem afetar os acontecimentos do livro. Ainda temos Cat e Brooks que são os melhores amigos de Eureka, Cat é aquele tipo de amiga que quer te por para cima de qualquer jeito e é isso que eu adoro nela, Brooks conhece Eureka desde criança, mas algo aconteceu e ele vem agindo de forma estranha.
— Eu leio mãos, cartas e folhas — disse Madame Blavatsky —, mas o chá é pago a parte. — Ela parecia ter uns 75 anos, lábios pintados de vermelho, uma constelação de sinais no queixo e braços grossos e musculosos
— Obrigada, mas temos um pedido especial — disse Eureka.
Madame Blavatsky olhou o pesado livro metido sob o braço de Eureka.
— Pedidos não são especiais. Os presentes são especiais. Umas ferias... Isso seria especial. — A velha suspirou. Entrem em meu estúdio.
Eu sinceramente não sabia o que esperar desse livro, na verdade comprei por impulso por ser da Lauren e estar de promoção, mas fui surpreendido com a mitologia que a Lauren usou para o livro, e a forma como ele deixou tudo bem encaixado foi maravilhoso. No início o livro chega a ser um pouco cansativo, mas quando ele pega o embalo fica tudo bem.

Lágrima é um livro bom, Lauren Kate conseguiu manter uma qualidade nesse lançamento depois do estrondoso sucesso da Saga Fallen, por mais que eu não concorde com alguns pontos de livro e na verdade os ache em certo ponto bem fortes, não tenho como negar que ela soube apresentar e lidar bem com a mitologia usada no livro.

Classificando:

3 comentários:

  1. Esperando ansiosamente a continuação e só ai vou ler esse livro. Não quero sofrer por ter que esperar a sequência! Quero ver como se deu toda a história de Teardrop, acredito que a Lauren deve ter se sentido um pouco pressionada com esse livro, afinal, é o primeiro (se não me engano) após "Êxtase", o final de sua saga mais famosa.
    A capa desse livro é tão linda quanto as de "Fallen", oh, foi só eu que achei esse nome "Eureka" muito esquisito?? Pelo menos de "Ander" eu gosto. =S

    Blog | Paixonites Literárias Xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como é uma duologia!! E espero que o próximo livro (Waterfall) saia até março do ano que vem nem doeu tanto esperar! Até por que o atraso se deu ao fato do livro não ter sido lançado e não pela palhaça das editoras brasileiras de lançar um livro e esquecer que a serie existe. A capa é bonita a do segundo livro é melhor. O nome Eureka é realmente muito feio! Ander é maravilhoso!

      Xo Paixonites!!

      Excluir
  2. oliaaaaaaaaa só.......... curiosa pra saber sobre essa mitologia do livro DDDD:
    ok, acho que vou dar uma chance, até pq eu gosto dessa autora :3

    ~nathália aqui HAUEHUAE

    ResponderExcluir