24 de dezembro de 2014

Resenha: Half Bad - Sally Green

Título: Half Bad (Half Bad)
Série: The Half Bad Trilogy #1
Autor: Sally Green
Editora: Intrínseca
Ano: 2014
Páginas: 304
Nathan, filho de uma bruxa da Luz com o mais poderoso e cruel bruxo das Sombras. O adolescente vive com a avó e os meios-irmãos e é visto como uma aberração por seus pares. O Conselho dos Bruxos da Luz vê nele uma ameaça, que precisa ser domada ou exterminada. Prestes a completar dezessete anos – época em que todos os bruxos passam por uma cerimônia em que seu dom é finalmente revelado bem, como sua denominação como bruxo da Luz ou das Sombras –, agora Nathan terá que correr contra o tempo para achar o pai, que jamais teve oportunidade de conhecer, e salvar a própria pele.
Quando a Intrínseca anunciou o livro, não dei muita bola, mas quando vi o livro exposto na livraria e notei o quão linda era a capa, foi automático fiquei com vontade de ler o livro. Eu geralmente me dou bem interpretando capas, dessa vez não foi muito diferente.

Nathan é filho de Cora uma bruxa da Luz e Marcus o mais perigoso e procurado bruxo das Sombras. Sua mãe morreu e ele nunca teve noticias de seu pai, por isso ele vive com sua avó Elsie e seus meios-irmãos, Jessica, Arran e Deborah. Por ser filho de quem é a vida de Nathan nunca foi fácil, o Conselho dos Bruxos da Luz sempre viu nele uma ameaça a sociedade, por ser meio-código (modo como era chamado os mestiços), desde quando ele ainda era um bebê o Conselho vem tramando e dificultando ao máximo a vida de Nathan.
— Sabe o que isso significa? — pergunta Jessica.
Eu sacudo a cabeça.
— Significa que você é um meio-código. Um código de Sombra. Não da Luz.
— Vovó diz que sou um bruxo da Luz.
— Não diz, não.
— Ela diz que sou meio Luz.
— Você é meio Sombra.
Prestes a completar 17 anos, idade em que o bruxo recebe três presentes e sangue de um de seus familiares, para que seu dom seja revelado e ele descubra que tipo de bruxo ele será, Luz ou Sombras. Ele se vê em maior perigo do que nunca e agora ele tem que dar um jeito de encontrar seu pai para que ele posso receber os três presentes e ter seu dom revelado.

Sinceramente é impossível não ter pena, isso mesmo pena de Nathan, o personagem sofre muito, acredito até que mais do que realmente seria necessário, e isso acaba nos fazendo simpatizar e gostar do personagem. Mas além disso Nathan é muito autossuficiente, corajoso e amigo.

Arran o irmão de Nathan é um dos melhores personagens da história, ele é sempre compreensivo e demonstra amar muito o irmão mesmo sendo quem ele é. Marcus foi outro personagem que eu adorei, ele mal aparece no livro, mas ainda assim faz toda a trama girar em torno dele. Muitos outros personagens também me cativaram como a Annalise, Gabriel, e Ellen.

Em definitivo tenho um ódio mortal por Jessica, ela culpa Nathan pela morte de seu pai e da mãe deles e por isso ela sempre tornou ainda mais difícil a vida de Nathan, como se o Conselho de Bruxos da Luz Já não fossem o bastante e claro não podemos esquecer os babacas dos irmãos de Annalise que ao contrario dela, se mostraram mais uma pedra no caminho de Nathan.
— Nunca mais toque nesta foto.
Não me mexo.
— Está me ouvindo?
Há sangue no canto do porta-retratos.
— Ela morreu por sua causa.
Eu me encosto na parede Jessica grita comigo.
— Ela se matou por sua causa!
Eu não sabia bem o que esperar desse livro, minha expectativa foi criada a partir da capa. O livro em um inicio lento e sem muitas revelações em alguns momentos chega a dar sono, mas quando Nathan se aproxima do 17 anos a história fica muito mais interessante e muita coisa sobre seu pai, sua família e até sobre ele mesmo são reveladas , fatos esses que fazem Nathan repensar e entender tudo o que ele vive/viveu.
— Então, por que não convidou minha avó?
Mary toma um gole de chá frio e solta um arroto bem alto.
— Eu convidei porque queria conversar com você, e não convidei sua avó porque não queria conversar com ela. — Ela arrota de novo. — Ah, esse bolo estava gostoso.
— Sobre o que a senhora quer conversar?
— O conselho e seu pai. Apesar de não saber muito sobre seu pai. Mas sei sobre o conselho. Antigamente eu trabalhava para eles.
Half Bad foi uma leitura boa, o final não foi um grande estouro, mas não nego que me agradou e acima de tudo deixou vários ganchos para o próximo livro (que espero que a Intrínseca não esqueça de lançar), como já disse a capa do livro é digna, a revisão e diagramação estão ótimas. Half Bad conseguiu introduzir bem a história de Nathan, mas espero que o segundo livro consiga se sair melhor, porque mesmo tendo gostado bastante do que li, não nego que esperava mais.

Classificando:

 Merry Christmas

6 comentários:

  1. Obrigada por me deixar continuar indecisa sobre ler o livro ou não! Vou esperar sair o próximo (caso saia porque né)!

    Beijão!
    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkkkk desculpe Gio! Mas o livro tem seus prós e seus contras, eu espero que o próximo se saia melhor! E que ele saia!

      Xo Gio

      Excluir
  2. Oi, Alisson! Li resenhas positivas e negativas para "Half Bad" e continuo indeciso quanto a ler ou não o livro! rs Em breve eu decido (ou não) se leio ou não leio ele! rs Ótima resenha! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkkkk desculpe a você também por não ajudar Tony! Mas foi difícil decidir o que falar do livro ele ficou bem no muro sabe?! Espero 12 e o próximo seja melhor!!!

      Xo

      Excluir
  3. Olá, Alisson!
    Cara, Half Bad foi uma das melhores leituras de 2014, pra mim. Dei 5 estrelas pro livro e só não coloquei como favorito porque acho que no final de tudo ele foi um tanto infantil. Mas gostei muito e já espero ansiosamente a continuação.
    Parabéns pelo blog e pela resenha!

    Abraço, Miguel.
    Parágrafos & Capítulos || @PrCapitulos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Miguel, a leitura do livro foi boa para mim, mas acho que esperava algalgo amais isso não aconteceu por isso 🌟🌟🌟🌟! Também estou ansioso pela continuação espeto que saia no ano que vem!
      Obrigado mesmo!!

      Xo

      Excluir