30 de janeiro de 2015

Resenha: O Inverno das Fadas - Carolina Munhóz

Título: O Inverno das Fadas
Autor: Carolina Munhóz
Editora: Leya
Ano: 2012
Páginas: 304
Existem pessoas normais em nosso planeta. Homens e mulheres simples que nascem e morrem sem deixar uma marca muito grande ou mesmo significativa na humanidade. Mas existem outros que possuem talentos inexplicáveis. Um brilho próprio capaz de tocar gerações. Como eles conseguem ter esses dons? De onde vem a inspiração para criar trabalho maravilhosos? São cantores com vozes de anjos, artistas com mãos de criadores e escritores imortais. 
Existe uma explicação para isso. Sophia é uma Leanan Sídhe, uma fada-amante, considerada musa para humanos talentosos. Ela é capaz de seduzir e inspirar um homem a escrever um best-seller ou criar uma canção para se tornar um hit mundial. A fada dá o poder para que a pessoa se torne uma estrela, um verdadeiro ícone, ao mesmo tempo em que se aproveita da energia do escolhido para alimentar-se. Causando loucura. E morte.
Há algum tempo tinha a intenção de reler O Inverno das Fadas e outros livros para poder fazer resenha para o blog, mas, eu não nunca tomava a iniciativa, foi ai que surgiu a ideia do Desafio Relendo e Resenhando, que me "obrigaria" a reler alguns livros, e depois de reler esse livro só posso dizer uma coisa, essa minha ideia foi maravilhosa.

Sophia é uma fada, mas ela não é uma fada qualquer, ela é uma Leanan Sídhe ou uma fada amante. Ela pode fazer qualquer homem ou mulher se tornar um artista de sucesso seja da música,  literatura e outros, mas em troca ela se alimenta da energia dessa pessoa e a leva a loucura e posteriormente a morte.

Sophia consegue ficar recarregada por um bom tempo depois de sugar suas caças, mas já faz tempo desde que teve sua última vitima, mas então William um aspirante a escritor, aparece em sonhos chamando por ela, e ali ela encontrou sua nova vítima. A Leanan foi ao encontro do rapaz, mas ela não imaginava que as coisas aconteceriam como aconteceram e ali ela notou que Will era diferente de todos as suas presas e ela não entendia como.
Não era a primeira vez que sonhava com William Bass. O escritor que ficava horas escrevendo em folhas de papeis amarelos, recitando versos de amor para ela, sentado descalço à beira do lago Bassenthwaite na região de Keswick, no condado de Cúmbria, na Inglaterra. Isto já vinha se repetindo nas últimas semanas, mas pela primeira vez ele pedia para encontra-la. Aquele sinal Sophia já conhecia, e dele sentia ódio.
Com o tempo Sophia foi se envolvendo por William, seu encanto já o tinha pego e ele já estava a mercê da fada, mas o impossível e o maior erro de uma Leanan aconteceu, Sophia estava completamente apaixonada por William, e Sophia sabia que isso não era uma coisa boa, ela tenha os pais como exemplo. A Leanan agora estava num impasse ela não queria perder William, mas ele já estava completamente encantado, ela conseguiria salvar sua alma gêmea? Ou seria William quem iria salvar a fada? Ou não havia possibilidades para esse amor impossível?
Eu não acredito! Estou apaixonada!, Sophia pensava, em choque. Principalmente porque jamais pensou ser possível se apaixonar e agora tudo mudava. Estar apaixonada por um mortal não é saudável. Iria sofrer em dobro quando ele se fosse. Talvez fosse mais fácil fugir dele enquanto parecia haver tempo. Mas sentia o coração dizer que não seria possível. Já tinha se entregado. De Corpo e, em especial, de alma.
Sophia é uma protagonista muito forte, em nenhum momento ela é chata, na verdade ela é muito responsável e aceita o fardo de ser uma Leanan Sídhe, mesmo repugnado de todas as formas o que ela tem que fazer para sobreviver, mas ao encontrar William, Sophia, que já era um personagem boa se torna ainda melhor, porque o rapaz faz ela ver o mundo de outra forma. E no momento que ela toma a decisão de tentar salvar o William do seu destino já traçado ela me ganhou de vez!
As Leanans Sídhes eram diferentes, iam em busca de amor; e por isso Sophia Coldheart tinha um dilema. Confusão de sentimentos. Não sabia se desejava ir em busca de mais um amor. Mas era forçada pela sua natureza a isso. Sempre parecia ser forçada a alguma coisa.
William roubou meu coração quando li o livro pela primeira vez e roubou de novo nessa releitura, o personagem é simplesmente carismático e encantador, a forma como ele leva o relacionamento dele com Sophia mesmo sabendo de seu destino é atitude que somente um homem de verdade teria.
— Não entendo por que isso seria relevante — respondeu William. — Mas se fosse necessário escolher entre você e escrever, eu escolheria você. Não tem graça falar de amor nas páginas de um livro se eu não tiver você para amar.
Outros personagens que não posso deixar de citar porque simplesmente me encartaram são Lorena e Guillian, que são dois grandes amigos de Sophia  e estavam lá nos momentos difíceis e correram perigo para ajudar a amiga.

Bom a leitura do livro assim como a primeira vez foi simplesmente maravilhosa! A história começa bem, mas fica realmente melhor quando William entra em cena. Um fato a se destacar e a destreza da Carolina no uso da mitologia das fadas eu simplesmente fiquei encantando com a escrita dela.  E pra quem pensa que o livro é bobinho se engana, a história é super interessante e cheia de reviravoltas.

O Inverno das Fadas foi uma releitura muito gostosa, e mostrou que a boa impressão que tive na primeira vez que o li estava completamente certo. Gente essa capa do livro? Simplesmente linda demais, a diagramação está ótima, a fonte num tamanho gostoso e assim como lembrava a revisão do livro está perfeita. Agora só preciso saber da Carolina onde encontro um exemplar de Samhain - A Roda do Ano, porque eu preciso de um exemplar!!

Classificando:



Xo

8 comentários:

  1. Alisson, amei a resenha! Minha vontade de ler o livro só aumentou depois de ler. A história parece ser bem interessante e bonita, além da capa linda! Estou curiosa para ler algum livro da Carolina Munhóz. Quero comprar logo!
    Abraço :)

    minhasecretapoesia.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Karen!!
      Ai obrigado *_* é tão fácil escrever resenhas quando gostamos do livro, que chega até a ser injusto os elogios!! hahaha pois leia, leia o livro é realmente muito bom, você não vai se arrepender!!

      Xo
      Alisson
      Re.View

      Excluir
  2. Ótima resenha. \o/ A capa desse livro é linda e há muito tempo chamou minha atenção, mas não sei se vou ler por motivos de: esse amor impossível me passou a impressão de que eles não ficam juntos no final. Sinceramente? Sei de dois livros que estão me esperando na minha estante, cujo o final não é feliz. Já bateu minha cota esses livros de finais tristes. Não aguento mais. D: Kkk

    Blog | Paixonites Literárias Xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi oi Natii *_*
      Sim a capa do livro é muito linda e chama bastante atenção mesmo!! Coragem garota nem só de finais felizes e feita a vida, as vezes nem sempre pode dar tudo certo, mas tenho certeza que desse você irá gostar!!

      Xo

      Excluir
    2. Bem, depois da nossa conversa com certeza lerei esse livro. Pooxa, eu sei que a vida tem seu lado ruim, mas pelo menos na literatura quero ter o gostinho de imaginar uma vida de mordomia com Patch da vida Kkkkkkk O que eu vou fazer é: parar de ler spoiler. Amoodoro spoiler, mas ultimamente não tem feito nada de bom por minhas leituras. =B

      Excluir
    3. Olha quem está de volta!!
      Natii espero que você goste do livro! Ahh quem não quer uma vida de mordomia na literatura? Mas se você lê spoilers de livros que quer ler, tem que estar disposta a saber que pode ser desagradável e nem por isso desistir do livro, é mais um motivo para ler, saber se o que o povo fala é tão real!!

      Xo

      Excluir
  3. Alisson, desculpa, mas vou ter que discordar veementemente da sua resenha. Claro que cada um tem sua opinião certo? Gostei muito do jeito que você expressou a sua, mas eu ODEIO esse livro. Tanto que li até o final só pra ter como escrever uma resenha completa com a minha crítica, ainda não postei porque tem umas resenhas prontas na frente, mas quando eu postar você vai entender o porque. Acho a Carolina Munhóz uma péssima escritora que se aproveitou de uma editora que, por outros interesses, publicou seu livro. Faço questão de fazer propaganda negativa do trabalho dela.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas gente que revolta!! Mas te entendo muito bem, eu li várias resenhas do livro no Skoob e nem todas foram positivas, mas eu sinceramente gostei do livro, eu entendi que ele não nada tão grandiosos, mas ele conseguiu me prender e isso para mim é o que realmente conta durante leitura de um livro!!

      Xo

      Excluir