16 de março de 2015

Resenha: A Maldição do Tigre - Colleen Houck

Título: A Maldição do Tigre (Tiger's Curse)
Série: (The Tiger Saga #1)
Autor: Colleen Houck
Editora: Arqueiro
Ano: 2011
Páginas: 344
Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco. Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele. O que a jovem órfã não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço. Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem.
Eu li A Maldição do Tigre em 2012 e foi uma das minhas melhores leituras, fiquei simplesmente encantado com a história e decidi reler toda a saga para o meu Desafio Relendo e Resenhando,  e nossa acabei me apaixonado tudo de novo, assim como também vi alguns personagens com novos olhos. Continuo adorando a ideia desse desafio!

Kelsey perdeu seus pais em um acidente de carro  e agora vive com seus pais adotivos, Mike e Sarah e seus dois filhos. Ela acabou de sair do ensino médio e sai em busca de um emprego para poder arcar com o custo de sua faculdade e é nessa procura que ela acaba indo trabalhar no circo Maurizio, onde ela deveria ajudar na limpeza, na venda de ingressos e na alimentação de animais dentre ele um lindo tigre branco de intensos olhos azuis chamado Ren.

Com o passar do tempo Kelsey cria uma ligação muito forte com o tigre, ela passa e ler para ele e desenha-lo e o tigre parece gostar dela. Certo tempo depois, o dono do circo recebe uma oferta pelo tigre e o comprador convida Kelsey para o acompanhar na viagem até a Índia onde ela iria ajudar na readaptação de Ren, ela aceita a proposta viaja com o tigre até a Índia.
— Como é mesmo seu nome? Ah, Dhiren. Bem, vou chama-lo apenas de Ren. Espero que não se importe. Então, tudo bem como você? Gostou do café da manhã? Sabe, para uma coisa que poderia me comer, você tem um rosto muito bonito.
Depois de um silencioso intervalo no qual os únicos sonos que se ouviam eram o do lápis arranhando o papel e o da respiração profunda e ritmada do grande animal, perguntei:
— Você gosta de ser um tigre de circo? Não deve ser muito emocionante ficar preso nessa jaula o tempo todo.
Fiquei em silêncio por algum tempo e mordi o lábio enquanto escurecia as listras de seu rosto.
— Gosta de poesia? Vou trazer meu livro de poemas e ler para você um dia. Acho que tem um sobre gatos que você vai adorar.
Já na Índia durante sua viagem por terra Kelsey é abandonada pelo caminhoneiro que levaria ela e Ren para a reserva animal, e para piorar ainda deixou o tigre solto, tigre esse que se embrenha na floresta e a obriga uma Kelsey amedrontada a ir atrás dele. Kelsey confiava no tigre, mas não sabia se estava fazendo a coisa certa em segui-lo, até que ele encontram uma clareira com um chalé e Ren mostra seu verdadeiro eu para Kelsey e conta toda sua história para ela.

Numa conversa com Phet um xamã dono do chalé Kelsey descobre que ela é a escolhida da Deusa indiana Durga e que somente ela poderá quebrar a maldição que mantém Ren sob a forma de tigre e que para isso ela terá de passar por vários desafios e perigos. Antes de sair em sua aventura Ren e Kelsey vão em busca da ajuda de Kishan irmão de Ren, e também amaldiçoado na forma de tigre negro com  olhos dourados , mas a coisas não saem como esperado e Kelsey e Ren acabam indo em sua busca sozinhos. 
— E seu tigre nem sempre é tigre. Estou correto dizendo isso?
Olhei para Ren.
— Sim, você está correto.
— Você quer ajudar o tigre? — Quero. Estou zangada por ele ter me enganado, mas entendo por que fez isso. — Baixei a cabeça e dei de ombros. Só quero que ele seja livre.
Eu sinceramente gostei bastante da Kelsey, pelo menos inicialmente, sua iniciativa para ajudar Ren foi simplesmente maravilhosa para mim, ela é daquelas mocinhas normais que vive sem metendo em confusão e tendo que ser salva, e isso não me incomoda nem um pouco, mas quando ela começou o mimimi de "ai eu não mereço esse homem", "ele é demais para mim", "não quero que ele fique comigo por obrigação" isso me chateou para caramba ser insegura tudo bem, mas, no nível Kelsey chega a ser demais, mas mesmo com esse PEQUENO defeito ainda gosto bastante dela, porque ela se esforça.
— Não. Deixei-me explicar dessa forma: assim... um homem faminto comeria feliz um rabanete, certo? Na verdade, um rabanete seria um banquete se fosse tudo que ele tivesse. Mas, se houvesse um banquete de verdade diante dele, o rabanete jamais seria escolhido. Ren permaneceu calado por um momento.
— O que está querendo dizer?
— Estou dizendo... que eu sou o rabanete.
— E eu sou o que? O banquete?
— Não... Você é o homem. Só que... eu não quero ser o rabanete. Quem quer? Mas sou realista o bastante para saber o que sou e eu não sou um banquete.
O Ren foi e é o grande amor da minha vida nessa saga carinhoso, romântico, atencioso, responsável ele tomava conta de Kelsey da melhor forma possível, ela se metia em encrenca demais. Ren viveu durante milênios como tigre e mesmo assim não se tornou selvagem e nem perdeu as esperanças e eu admiro isso nele.

Kishan o irmão mais novo de Ren é um pouco mais selvagem, ele largou tudo e foi viver nas florestas da índia e assim como Ren ele ainda guarda muita mágoa do passado, mas isso não tira nenhum um pouco do encanto do personagem na verdade isso da um pouco mais de charme e força a ele, Kishan é o inverso de Ren, mas tão maravilhoso quanto.

Bom o que posso dizer é amei reler o livro ainda que tenha revisto minha posição quanto a alguns personagens, sim quero dizer Kelsey, continuo completamente apaixonado pela história e mais ainda pela escrita da Colleen o texto dela muito bem escrito e repleto de mitologia que não fica centrada somente na mitologia indiana, e é exatamente isso que tanto me encanta, ela consegue transpor outras mitologias para seu texto e encaixa-las perfeitamente com as indianas.
— Estou achando que são Kappa — disse Ren.
— O que são Kappa?
— Demônios da Ásia dos quais minha mãe costumava me falar. Eles ficam na água, à espreita de crianças, para pegá-las e sugar-lhes o sangue.
— Macacos-cavalos-marinhos-vampiros? Você está falando sério?
A Maldição do Tigre foi uma releitura encantadora, simplesmente amei redescobrir esse mundo maravilhoso escrito por Colleen Houk, reafirmando meu amor pela saga. Gente a capa desse livro é simplesmente magnífica, linda toda trabalhada no efeito metálico e relevos, a diagramação e revisão são muito bem feitos e a fonte tem um tamanho agradável para a leitura.

Classificando: 


Xo

15 comentários:

  1. Preciso ler essa série!
    Só você comentários positivos =)
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia Mesmo Rízia, essa serie é um encanto!!

      Xo

      Excluir
  2. Eu aqui achando que você finalmente ia declarar seu amor eterno por Kishan e você vem me dizer que ainda assim gosta da Kelsey? kkkkkkk Ok, ela não é tão péssima assim pq se esforça, mas mesmo assim o lado insegura dela me desagradou demais. Sim a história é linda e tdo mais, gostei da parte mitológica e tals, mas ao contrário de ti não curti muito essa mistura de mitologia, acho que a Indiana tem muitas coisas que poderiam suprir a necessidade de aventura, ficou parecendo, ao meu ver, que a autora ficou sem ideias ou lendas indianas, mas parece que a maioria das pessoas gostam :) então rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkkkkk
      Eu falei que o lado inseguro dela é irritante, mas o que me faz gostar dela é que ela tanta ser melhor, mais forte, mas insegura ele continua sendo durante too o resto da serie kkkkkkkkkkk!! Humm uma pena você não gostar da mistura de mitologias eu adorei :( E eu adoro o Kishan mas Ren é meu amorzinho ♥!!

      Xo

      Excluir
  3. Olá Alisson tudo bem? Esta série sempre ficou na minha cabeça, sempre tive curiosidade, mas hoje em dia não consigo começar uma série longa =/ Mas ainda assim, nao descarto a leitura! Sua resenha me mostrou vários pontos positivos para começar a leitura e isso é ótimo!

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Joi!!
      Ótimo,ahhh que pena eu adoro essa saga acho linda demais e me conquistou extremamente!! Quem sabe você não lê e gosta? Vale a tentativa!

      Xo

      Excluir
  4. Apesar de gostar da série como um todo, principalmente por ter um significado muito especial em uma grande amizade que foi construída graças a esse livro, não sei se teria paciência para reler. :x Além disso, diferente de você, não gosto nada do Ren. Ok, é bem verdade que com esse livro ele até me agradou, mas a partir do segundo livro me tornei Team Kishan. haha

    Abraços,
    Ricardo - www.overshockblog.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Ricardo!!
      Eu sei que você gosta, ela também tem um significado especial para mim também! Eu só estou relendo porque tenho que fazer as resenhas para o blog, mas eu basicamente me lembro de tudo, mas para não restar dúvidas resolvi reler!! Eu amo o Ren em todos os livros da saga! Ta... não muito em A promessa do Tigre, nesse eu prefiro o Kishan!

      Xo
      Alisson
      Re.View

      Excluir
  5. Sempre ouvi falar muito bem desse livro, mas nunca parei pra querer ele sabe? Agora que eu vi que você está relendo e continua amando, acho que eu deveria dar uma chance. Eu fico meio perdida lendo os comentários das pessoas aqui dizendo Team Fulano porque eu quero ser Team alguém também. Gostei da personagem também, fiquei curiosa por ela.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gata!!
      Então leia, leia, adoro suas resenhas e com certeza vai ser legal ver o livro pelos seus olhos! Seja Team Ren por favor!!!!

      Xo

      Excluir
  6. Eis um livro que há tempos quero ler mas nunca acho que seja o momento certo. Sempre que paro pra ler resenhas dele, vejo excelentes comentários, como o seu. Mas ainda não tenho certeza se a história conseguirá me cativar. Mas, mesmo assim, está na minha meta de leitura. Um dia sai! hauhauahuahau

    http://cantinadolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois Carlos deveria ler!! Eu adoro essa saga foi um dos marcos para me tornar um leitor de verdade hahaha e espero que goste vou esperar que leia logo para ver sua resenha!!

      Xo

      Excluir
  7. Eu amei ler esse livro e espero ler a sequência em breve. To tentando seguir minha lista, então acho que a continuação vai ficar para maio. Os irmãos são realmente maravilhosos, quanto a Kelsey, realmente essa história de ser insegura quanto ao amor por Ren é chato pakas, mas ainda sim ela tem uma coragem admirável, porque né...

    Blog | Paixonites Literárias Xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Natii esse livro é um encanto! E o próximo é tão bom quanto!! Como assim a continuação vai ficar para maio? muito longe kkkkkkk espero que maio chegue logo então!! Kelsey é um caso estranho da medicina kkkkkkkkkkkkkkk

      Xo

      Excluir
  8. A capa mais linda de toda série, esse tigre hipnotiza! Nossa...
    Não conheço a saga ainda, vou ler com certeza. E o tanto que vc fala bem, tenho certeza que vou gostar.
    Acho que nossos gostos são parecidos. =)
    Bjus

    ResponderExcluir