24 de junho de 2015

Resenha: A Playlist de Hayden - Michelle Falkoff

Título: A Playlist de Hayden (Playlist For The Dead )
Autor: Michelle Falkoff
Editora: Novo Conceito
Ano: 2015
Páginas: 288
Livro cedido pela editora para leitura.
Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola, o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente.
Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava.
 
Depois de ler a prévia do livro ficou basicamente impossível não querer saber o que vinha depois, saber que foi o motivo de Hayden, então tive que aguardar amargamente até a Novo Conceito me enviar a cópia do livro para que eu finalizasse a leitura, mas enfim o livro chegou e matei assim minha vontade.

Depois de discutir com seu amigo Hayden após uma festa que deu errado, Sam decide ir até a casa do amigo fazer as pazes, Sam já estava acostumado em acordar Hayden e sabia que ele parecia uma pedra quando dormia, ele praticamente tinha que arrastá-lo da cama para que ele acordasse, Sam tentou acordá-lo de toda forma, mas Hayden nem se mexia foi então que ele viu uma garrafa de vodca vazia e logo após um frasco de remédio tarja preta e então ele viu um recado que Hayden deixou para ele antes de cometer suicídio.
E então vi mais uma coisa que eu havia deixado cair no chão. Um pen drive, junto com uma folha arrancada de caderno. Estava escrito: 
Para Sam. 
Ouça. Você vai entender.
As coisas depois que Hayden se foi não são fáceis para Sam, ele sente muito a falta de Hayden, já que eles são amigos desde a infância, Sam não consegue entender o que levaria Hayden a tomar uma atitude tão drástica, ele sabia que Hayden sofria bullying de seu irmão e dos amigos dele, o relacionamento dele com a família não era dos melhores, mas isso não era motivo, mas teve algo na festa, algo que deu completamente errado. E aquela playlist, Sam não conseguia entender, o porque de Hayden ter te deixado uma playlist, ele não parava de ouvir as músicas tentando descobrir que mensagens ocultas a playlist poderia trazer.
— Olha, o Hayden estava na pior. O irmão dele e seus amigos o tratavam como um merda, ele ia tomar bomba em todas as matérias e não sei se o senhor já teve o prazer de conhecer os pais dele, mas eles também são terríveis. E ninguém aqui fez nada para aliviar a barra dele.
O tempo vai passando e Sam vai retornado a sua vida normal, mas é na missa de sétimo dia de Hayden que as coisas começam a mudar, lá ele conhece Astrid uma garota encantadora e que conhecia Hayden, mas Sam não sabia da existência dela na vida do amigo, é a partir desse momento que Hayden começa a descobrir que o amigo estava mantendo alguns segredos dele, segredos esses que viriam suscitar em sua morte, cabe agora Sam descobrir que segredos são esses.
— Como você o conheceu? — perguntei. Eu achava que o jeito mais fácil de fazer isso era simplesmente perguntar. 
— Hayden? — ela hesitou. — Ah, você sabe. Por aí. Na escola, sabe como é. 
Mas, na verdade, Hayden não andava por aí. E tenho certeza de que ele teria me contado se houvesse alguém como Astrid na turma dele.
Sam é apenas um adolescente, ele não entende porque o seu único amigo tomou tal atitude, deixando ele sozinho, mas a morte de Hayden acaba por mostrar um outro lado de personagem, ele se vê envolvido por Astrid, começa a se aproximar de novas pessoas.

Hayden tinha uma vida difícil, mesmo tendo o apoio de Sam, que geralmente era que o promovia bons momentos, ele ainda tinha que suportar as brincadeiras de péssimo gosto do irmão e seus amigos, isso sem falar da cobrança de seus pais.

Astrid é definitivamente um ponto forte no livro, ela sabe como se portar em cada momento, quanto tem que ser divertida, amiga ou emotiva e foi isso que mais me encantou nela, fora é claro o bem que ela faz Sam depois que Hayden se foi.  
— Vamos conhecer algumas pessoas — ela disse, e me rebocou abrindo caminho em meio à multidão. Eis alguém de quem eu acho que você vai gostar. Sam, este aqui é o Damian. Damian, Sam. Vocês dois precisam se conhecer. Já volto. — Ela foi embora, cumprimentando as pessoas enquanto passava.
Gente eu fiquei completamente encantado quando li a prévia que a Novo Conceito me enviou e quando enfim a minha cópia do livro chegou, digamos de passagem um kit lindo, eu corri logo para ler o livro e nossa a história só melhora, fiquei completamente perdido na leitura, precisava descobrir o motivo que levara Hayden a tomar tal atitude e caramba, adorei a resolução do segredo de Hayden, mas não fiquei feliz com alguns rumos que o livro tomou, mas definitivamente esse é um ótimo livro
para se ler.

A Playlist de Hayden é um livro encantador que trata o suicídio de forma delicada e mostra que os detalhes estão sempre ali nas pequenas coisas. Inicialmente eu não gostei da capa mas ao terminar de ler o livro e entendê-la passei a gostar dela, a diagramação do livro é boa, destacando que cada capítulo tem uma música  da playlist como titulo, não encontrei nenhum erro de revisão e a fonte tem um tamanho bem gostoso para leitura.

Classificando:


7 comentários:

  1. Eu ja queria muito conhecer esse livro quando teve os lançamento da Editora. Achei a capa linda com esses fones ligando os personagens e a estória em si já tinha me deixado curiosa.
    Livro com trilha sonora é algo que eu não tinha experimentado ainda, então para mim foi uma mega novidade.
    Suicídio é um tema tão delicado ne?! Espero mesmo que o autor tenha encontrado uma forma de passar para o leitor sem chocá-lo.
    Ainda vou ler, mas esse livro é um dos que mais quero com certeza!

    ResponderExcluir
  2. Você é a primeira pessoa que vejo que não gostou da capa desse livro. hahahah
    Fiquei com muita vontade de ler, por tratar o suicídio de forma leve e tô curiosa pra ver qual é esse segredo de Hayden.
    Ótima resenha! Abraço!!

    ResponderExcluir
  3. Esse livro me prendeu de um jeito inexplicável, não terminei ainda mas estou louca pra saber o que houve naquela festa, e porque Hayden se matou

    ResponderExcluir
  4. Oi, desde quando vi o livro estou louca para ler, a capa me chamou bastante a atenção e o título também já que tem a palavra "playlist", ainda não tinha visto ninguém que não tivesse gostado da capa. Ao saber que a história se trata de suicídio me deixou mais curiosa para ler. Já li outras resenhas desse livro e não gostaram muito e por isso fiquei meio desanimada mas com certeza vou ler, só que com menos expectativa do que estava antes.

    ResponderExcluir
  5. Eu queria muito um desses kits *-* os fones e a caixinha são muito amor <3 rsrs
    Eu sinceramente achei a história um pouco sem graça, é óbvio quem estava por trás de tudo, além dos diálogos que são fracos, mas a escrita é bem envolvente e isso faz a gente continuar até o final.

    ResponderExcluir
  6. Eu quero esse livro *i* Fiquei louca com as Primeiras impressões de quem recebeu a prévia... E agora, que leio as resenhas completas, gent >33< Parece ser bom! Eu gosto de livros com o tema suicídio. Quero saber o que aconteceu naquela festa

    ResponderExcluir
  7. Estou com esse livro na pilha de leitura e até então não tinha sentido a mínima inclinação para lê-lo a não ser quando ele foi anunciado, mas depois de captar alguns detalhes da trama em sua resenha acho que acabei ficando curiosa novamente, além disso que mal há o máximo que pode acontecer é eu abandonar o livro. Vou começar a ler confiando em sua opinião :)

    ResponderExcluir