11 de junho de 2015

Resenha: Uma Curva No Tempo - Dani Atkins

Título: Uma Curva No Tempo (Fractured)
Autor: Dani Atkins
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
Páginas: 256
Livro cedido pela editora para leitura.
A noite do acidente mudou tudo... Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel está desmoronando. Ela mora sozinha em Londres, num apartamento minúsculo, tem um emprego sem nenhuma perspectiva e vive culpada pela morte de seu melhor amigo. Ela daria tudo para voltar no tempo. Mas a vida não funciona assim... Ou funciona?
A noite do acidente foi uma grande sorte... Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel é perfeita. Ela tem um noivo maravilhoso, pai e amigos adoráveis e a carreira com que sempre sonhou. Mas por que será que ela não consegue afastar as lembranças de uma vida muito diferente?
Quando vi esse livro entre os lançamentos futuros da Arqueiro eu fiquei louco pela capa e antes mesmo de ler a sinopse já tinha decidido solicitá-lo, mas foi logo após ler a sinopse e vi a premissa interessantíssima que fiquei completamente interessado pelo livro e foi inevitável eu tinha que saber o que acontecia nele.

Era para ser um dia de comemoração e despedida, Rachel e seus amigos estavam num restaurante comemorando o final do do ensino médio e a entrada deles na universidade e era exatamente isso que estava acontecendo, estavam todos lá, Rachel e seu namorado Matt, Sarah, Jimmy, Cathy, Trevor e Phil, mas o que eles não esperavam é que o simples ato de escolher mal um lugar para sentar traria resultados trágicos para o grupo!

Matt foi o primeiro a ver, um carro em fuga e desgovernado vinha a toda em direção ao restaurante bem na direção em eles estavam sentados, e então começou a gritaria e a correria para sair da frente, mas Rachel ficou completamente atônita e não conseguiu se mover do lugar inicialmente e quanto enfim conseguiu sair do transe, desesperada ela percebeu que durante a correria de todos para sair do caminho, uma cadeira a prendeu entre uma coluna, Jimmy que já tinha saído da trajetória do carro, não consegue assistir o desespero da melhor amiga e vai salvá-la em um ato heroico, mas ao salvá-la Jimmy não consegue sair da direção do carro a tempo.
— Ele perdeu o controle! Aquele carro vai bater! Saiam da janela! AGORA!
Pela primeira vez nós todos parecemos notar a vulnerabilidade de nossa posição, sentados ao lado de uma imensa janela na frente de restaurante. Separados da rua por apenas uma calçada estreita e baixa, ma esquina de uma curva muito fechada no pé da colina, a inevitabilidade do perigo de repente pareceu óbvia.
Cinco anos após o acidente, Rachel vive isolada e sozinha em Londres, todos os sonhos dela se quebraram, ela perdeu o melhor amigo, não foi a universidade, afastou os amigos e namorado, e ganhou apenas dores cabeças e uma enorme cicatriz que todo dia a lembra do terrível acidente e a faz se sentir culpada. Mas o dia que Rachel tanto evitava estava chegando ela teria de voltar a sua cidade natal e reencontrar seus antigos amigos, pois, sua amiga Sarah, a única que ela ainda mantinha contato iria se casar. O reencontro foi difícil ainda mais acompanhado pelas dores de cabeça, mas tudo piorou quanto ela vista no meio da noite o tumulo de Jimmy e sua dor se intensifica tanto que ela desmaia. Ao acordar no hospital ela começa a perceber que algo está errado, que aquela realidade não é a que ela tem vivido a cinco anos.
— Ainda segurando com força o grosso convite cor de creme, ergui a cabeça para olhar meu reflexo no espelho acima da lareira. Em meus olhos, vi a verdade, voltar à cidade era apenas metade do problema. O medo maior era como eu reagiria ao ver todos juntos em um só lugar pela primeira vez em anos.
Eu fiquei completamente ligado a Rachel e sua história triste, ela sofre a perda do amigo e se culpa ainda mais por ele ter perdido a vida para salvá-la e por isso ela se martiriza, mas eu vi uma Rachel que eu adorei destemida, determinada e inteligente ainda que confusa com a mudança de "realidades" e sinceramente gostei ainda mais dela, ela até me ofertou algumas risadas.
— Você ainda se culpa por causa do Jimmy? Meu Deus, me diga que isso não é verdade. Não depois de todos esse anos. — Não importa quanto tempo passou — comentei, me perguntando para quantas outras pessoas na minha vida eu teria de ficar me justificando. — Se ele não tivesse tentado me resgatar, ainda estaria aqui agora.
Bom o Jimmy sempre esteve lá por Rachel, ele se conhecem desde crianças, ele é/era o melhor amigo, o irmão mais velho para Rachel e ele moveria céus e terras para ajudar sua amiga e é num ato desses que ele acaba perdendo a vida, mas o Jimmy da nova realidade continua tão maravilhoso quanto o da antiga então basicamente só posso dizer que eu o adoro!!
— Jimmy, quero me desculpar com você pelo meu comportamento no outro dia. Meu pequeno descontrole.
Ele dispensou o pedido de desculpas com um movimento da mão, mas continuei:
— Não, de verdade. Sei que tudo parece extremamente... ah, não sei... inconsistente... instável... inacreditável...
— Praticamente qualquer palavra começando com "in", não é?
Eu ri. Ele sempre fora capaz de me fazer rir.
Quanto aos outros amigos de Rachel o destaque vai para Sarah ela é simplesmente encantadora em qualquer realidade, mas eu também tive ódio de alguns dos outras amigos dela, é como dizem tem que escolher bem com quem você anda!

Bom gente, tudo que tenho a dizer é: que livro MARAVILHOSO e destruidor, eu simplesmente amei a leitura, fiquei completamente envolvido com a história e as descoberta que Rachel ia fazendo nesse novo universo em que ela acordou, mas foi quando chegou o final do livro que a autora me deu uma rasteira e caramba ela me enganou direitinho e como resultado estava eu as 3 horas da manhã chorando pelo final do livro, eu fiquei completamente sem chão com o final do livro.

Uma Curva No Tempo me rendeu uma leitura encantadora, intensa e muito mais surpreendente do que eu esperava. Gente essa capa maravilhosa? Além de linda ela tem uma textura acamurçada e da um toque não gostoso e calmante ao pegar no livro, a diagramação do livro é simples mas bem feita, não encontrei nenhum erro ortográfico e a fonte tem um tamanho agradável para leitura.

Classificando:

11 comentários:

  1. Olá! Desde que vi esse lançamento na página da Arqueiro que eu estou ansioso para lê-lo. A capa e o título são agradáveis e a resenha está ótima, agora estou mais ansioso ainda. Boas leituras, abç.

    http://blogcafecomdaniel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, eu também estou louca para ler o livro. A capa e o título me chamaram muito a atenção. Parece ser muito bom, achei bem interesse o uso da morte e de querer voltar no tempo. Fiquei curiosa para saber o que realmente aconteceu.

    ResponderExcluir
  3. Também me apaixonei primeiro pela capa e depois que li que sinopse fiquei mega interessada pela estória, imagina só poder voltar e estar tudo otimo, o amigo estar vivo e a vida está perfeita! Eu ia adorar,hahaaha.
    A sua descrição sobre a capa só me fez querer mais o livro... mas to meio sem grana ainda =(

    ResponderExcluir
  4. Esse livro está muito oito ou oitenta com o povo, deus. E poxa, 3 horas da manha e chorando? Kero

    Abraço

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Esse é um daqueles livros que eu penso: pode ser encantador ou pode ser uma bobagem sem tamanho, depende de como o autor ira conduzir. Que bom que para você foi o primeiro caso ;)
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Gostei da resenha, fiquei bem curiosa. O que será que aconteceu ali em frente aquele túmulo? Fiquei bem intrigada para saber. Ainda não tinha ouvido falar no livro e a capa passa uma impressão diferente da que você passou. Vou adicionar na minha lista de leituras :-)

    ResponderExcluir
  7. Estou louca por esse livro, gostei muito dele tratar do luto e superação. E isso de realidade paralela aguçou muito mais a minha curiosidade agora.
    Doida pra ter esse lindo nas mãos! Que tudo a capa ter uma textura acamurçada! *-*
    Amei a resenha!

    ResponderExcluir
  8. A ideia de viagem no tempo me interessante, mas to meio desanimada com esse livro. sei lá vi muita gente que se frustou achando que seria uma coisa e foi outra, então to com medo de ler e não gostar de nada.

    ResponderExcluir
  9. Estou doida pra ler esse livro, amei a capa e gostei muito da sinopse, agora depois de ver essa resenha fiquei ainda mais interessada em conferi essa história que parece mesmo ser maravilhosa.

    ResponderExcluir
  10. Eu vi esse livro em algum Book Haul de algum outro blogueiro. E lembro que fiquei apaixonada pela capa >333< Essa é a primeira resenha que leio desse livro e fiquei bastante intrigada com essa das trocas de realidade...
    A CAPA É ACAMURÇADA GENT <333333 Já me apaixonei pelo vídeo que assisti, pelas imagens que vejo, agora quero quero esse livro jdsaijdiasidja Tô com Por Lugares Incríveis aqui também, a textura da capa é fofinha também, sou xonada por livros assim :3333

    ResponderExcluir
  11. Ali não tinha lido nenhuma resenha até o momento para não estragar minha leitura, a intenção era pegar essa história crua para ver o que eu iria achar, já que há bastante divergência sobre ser boa ou não. Mas, e não é culpa sua, lendo sua resenha acho que já saquei o final do livro, sabe que nem reparei na capa ainda, socorrrooooo, chegar em casa vou dar uma olhada!

    ResponderExcluir