19 de julho de 2015

#SemanaDavidLevithan: Resenha: Naomi & Ely e A Lista do Não Beijo - David Levithan / Rachel Cohn

Título: Naomi & Ely e A Lista do Não Beijo (Naomi and Ely's No Kiss List)
Autor: David Levithan / Rachel Cohn
Editora: Galera Record
Ano: 2015
Páginas: 256
A quintessência menina-gosta-de-menino-que-gosta-de-meninos. Uma análise bem-humorada sobre relacionamentos. Naomi e Ely são amigos inseparáveis desde pequenos. Naomi ama Ely e está apaixonada por ele. Já o garoto, ama a amiga, mas prefere estar apaixonado, bem, por garotos. Para preservar a amizade, criam a lista do não beijo — a relação de caras que nenhum dos dois pode beijar em hipótese alguma. A lista do não beijo protege a amizade e assegura que nada vá abalar as estruturas da fundação Naomi & Ely. Até que... Ely beija o namorado de Naomi. E quando há amor, amizade e traição envolvidos, a reconciliação pode ser dolorosa e, claro, muito dramática.

Vocês bem sabem que sou completamente fissurado pelo trabalho de David Levithan, fico completamente encantado com a leitura dos livros dele, dessa forma claro e óbvio que eu tinha que ler esse livro, quando anunciaram o lançamento do livro nem pestanejei comprei, logo na pré venda para garantir a leitura o mais rápido possível.

Naomi e Ely são amigos, tipo, da vida inteira e não se largam de forma nenhuma, ainda que um problema entre a família deles tenha acontecido eles se negaram a deixar a amizade de lado e se manteram firmes e fortes, como toda amizade deveria ser. Mas para garantir que algo não viesse a interferir na amizade deles, Naomi e Ely criaram uma Lista do não beijo, nela estava presente o nome de todos que nenhum dos dois poderia beijar, evitando assim as brigas por terem ficado com alguém desejado pelos dois.
Ely e eu criamos a Lista do não beijo há muito tempo, após o incidente numa a festa em que brincamos de verdade ou consequência, que de vez e quando ainda chamamos de Episódio-Do-Você-Ficou-Comigo-Só-Pra-Botar-Ciúme-Em-Donnie-Weisberg! 
Mas o grande X é, Naomi é completamente apaixonada por Ely e vive sonhando acordada com o dia em que eles poderiam ficar juntos, Ely também ama a amiga, mas prefere estar apaixonado por garotos e ele nem sequer imagina os reais sentimentos da amiga, mas assim eles vão levando a vida é tentando de toda forma manter a amizade deles intacta.
Mentiras são mais fáceis de processar.
Menti para Ely dizendo que não tenho o menor problema com alguém ser gay. E não tenho mesmo. Exceto no caso de Ely. Ele deveria ser meu, no melhor estilo felizes para sempre, marcados pelo destino.
Num belo dia enquanto acrescentavam, mais um nome a Lista do não beijo, Ely não conseguiu mais segurar e revelou a Naomi algo que o que vinha incomodando, ele tinha beijando o namorado de NaomiBruce o segundo. Inicialmente Naomi não reagiu mal, porém as coisas logo saíram dos trilhos e a amizade dos dois acabou sendo afetada, Naomi e Ely estavam brigados e o caminho para uma reconciliação não seria fácil, mas também não seria impossível.
— Preciso confessar uma coisa.
— O que? - pergunto, preocupada.
E se ele estiver com câncer ou tiver decidido pedir crédito estudantil para morar no alojamento da universidade e sair d'O Prédio? Ou ainda, se estiver tão puto com minhas mentiras que não vai mais se importar com minhas faltas ou com a possibilidade de eu me ferrar completamente?
Ele diz:
— Eu beijei Bruce, o segundo. 
Naomi é uma garota intrigante, mas não consegui deixar de gostar dela, ela vive em meio a mentiras, tentando fazer tudo parecer uma coisa que não é, principalmente depois do ocorrido entre a família dela e Ely que resultou no pai dela indo embora de casa, mas se tem algo algo nela que é verdadeiro é sua amizade/amor por Ely

Ely é gay e adora ser gay, adora pegar garotos e depois descarta-los, mas o que ninguém sabe e se ele faz isso porque gosta ou se é por medo de se prender a alguém, sua BFF Naomi é tudo o que ele precisa para a vida ser perfeita, mas Bruce o segundo, traz a tona um lado seu que Ely não conhecia, e foi nesse momento que mais amei e me identifiquei com o personagem. 

Bruce o segundo é/era o namorado de Naomi, até que Ely o beijou e tudo em seu mundo mudou, ele se sentiu diferente, ele se sentiu atraído por Ely, mas ele não tentou fugir desse sentimento, apenas foi lá e decidiu vive-lo, mesmo correndo o risco de ter seu coração partido. E sem dúvidas foi aí que ele ganhou meu coração.
— Você me acha chato?
Ele se virou em minha direção, mas continuei olhando para o teto.
— Por que está me perguntando isso?
— Não sei - balbuciei,  um pouco constrangido pelo que disse.
Imaginei que ele voltaria a encarar o teto e a prestar atenção na música,  mas ele ficou olhando para mim por quase um minuto. Então, virei de lado para retribuir seu olhar.
— Não - respondeu, por fim. - Não acho chato. Acho, na verdade, que em alguns momento você não se permite ser interessante... mas, evidentemente, isso pode mudar.
O livro ainda traz muitos outros personagens como Bruce o primeiro um ex namorado insuportável de Naomi, Gabriel o porteiro maravilhoso do prédio em que Naomi e Ely vivem, e os amigos Robin garota e Robin garoto de Naomi.

Gente mas que livro MARAVILHOSO eu simplesmente não consegui largar, peguei para ler e só parei porque o livro acabou e claro fiquei triste, porque li muito rápido e fique sem nada do David para ler, mas a história é simplesmente encantadora e engraçada, Naomi e Ely são simplesmente divos, sim eles são lindos, o livro é narrado por vários personagens do livro, e eu já disse aqui o quanto gosto de livros assim, pois, podemos saber o que tal personagem sente. 

Mais uma parceria perfeita e bem sucedida entre David e Rachel, a forma como eles desenvolveram os personagens me encantou, o crescimento de Naomi e principalmente de Ely e palpável, e mais uma vez vemos o amor ser abordado, o amor entre amigos, o amor que vai além das brigas, o amor que nos faz gostar de quem menos esperamos. 

Naomi & Ely e A Lista do Não Beijo é mais uma obra maravilhosa e divertida de David Levithan e Rachel Cohn, o livro é incrível, com personagens carismáticos e marcantes que vão te encantar. A capa do livro é linda e acamurçada e o texto da capa em alto relevo, a diagramação o do livro está muito boa, não encontrei nenhum problema com a revisão do livro e a fonte tem um tamanho perfeito para leitura.

Classificando:

14 comentários:

  1. Eu to doida pra ler esse livro, desde que o conheci no Mochilão da Record aqui no RJ. Imagina o cara confessar que beijou o namorado da outra... Vai dar um problemão isso!!! rsrs. Eu tb gosto de livros narrados por mais de uma pessoa, que bom que esse é assim. E é tão complicado qnd lemos um livro que estamos gostando tanto né? Pq ao mesmo tempo que queremos ler tudo logo, não queremos largar mais.. Pelo menos comigo é assim, rsrs.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Alisson!
    Imagino a confusão que vai ser com o Ely beijando o Bruce!! Fiquei com vontade de ler por ser uma leitura rápida e divertida.
    Ótima resenha! Abraço!!

    ResponderExcluir
  3. Hello!!
    Vi o livro no lançamento e tinha amado a capa! Achei linda o copo e as cores combinavam bem demais!
    A sinopse já tinha me interessado bastante, e acho q mta gente ja fez uma lista dessas qdo mais novo, hehe... tipo se nao é meu, pelo menos nao é da amiga, sabe?!
    Gostei do que falou do livro, uma história de descobertas, lealdade e a força da amizade...
    Eu quero mto ler o livro e a sua recomendação realmente anima qualquer um, mas vc é suspeito ne?
    Bjus

    PS: O blog está mara, sempre melhorando! Isso aê!

    ResponderExcluir
  4. Esse livro parece ser muito bom, um dos livros do David que mais estou querendo ler. Fiquei querendo muito conhecer os personagens, além de que gosto muito de livros que retratem a amizade. A capa é super linda, fiquei encantada com ela. Bjus.

    ResponderExcluir
  5. Eu sou completamente apaixonada pela forma como o Levithan consegue trabalhar temas extremamente complicados de uma forma leve e de fácil identificação para qualquer leitor. Mais uma vez, a premissa do livro me surpreendeu pela originalidade, e com certeza a leitura seria dinâmica, descontraída e ao mesmo tempo muito emocionante. O autor constrói seus personagens de forma complexa, e acaba sendo impossível não torcer por eles no decorrer da leitura. A capa tá linda, e eu sem dúvidas me interesso pela leitura.

    ResponderExcluir
  6. Oiiiieeee
    Nossa, gostei muito do enredo do livro, gente ele parece ser muito bom, amei a sua resenha, acho que esse se tornou o livro que mais anseio para ler do David, vai para minha lista agora mesmo, e que linda essa amizade/amor dos dois né, vou amar conhecer mais sobre eles.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  7. Desde quando eu vi essa capa "Maravilinda" é que eu a desejo. Não havia lido nenhum resenha, e nem sabia do que se tratava. Achei a premissa bem diferente e interessante. O autor teve uma ótima ideia ao criar essa "lista do não beijo", o que me pareceu bem divertido.
    A maneira como você descreveu me despertou a vontade de ler. E acho que irei gostar. Até porque são dois autores que apesar de não conhecerem, devem ter um talento e tanto

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Nunca li nenhum livro do David Levith, mas confesso que tenho muita curiosidade de ler e ver porque ele tem tantos fãs, só ouvi coisas boas sobre ele.
    http://viajandopelapaginas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi,Alisson.

    Tive meu primeiro contato com David esses dias com Garoto Encontra Garoto e me encantei com a narrativa do autor. Fiquei aqui imaginando ler Naomi e Eli e me encantar novamente com a escrita do autor. Não posso comprar nada no momento, mas esse já virou mais um dos livros desejados.

    Beijos.
    Visite: Paradise Books

    ResponderExcluir
  10. Do David estou lendo Dois garotos se beijando e claro.. estou amando..
    Eu já tinha dado uma olhada nesse lançamento.. mas não sabia, como se passava a historia..
    Vai pra lista de desejos.. assim como outros livros do autor..
    Só quero ver no que vai dar essa lista e esse amor/ amizade.

    ResponderExcluir
  11. Nossa, inicialmente esse livro parece uma confusão que só. Bom, se eu olhasse apenas a sinopse acharia isso. Ainda quero entender se o garoto é gay ou não, mas o amor pode vim de diversas formas então acho que só lendo o livro para entender de verdade o que acontece com esses dois.
    Enfim, outra coisa que me deixou intrigada de verdade foi a capa do livro... Isso é um daqueles copos tipo de café do Starbucks, né? Tem alguma relação de verdade com a história?

    ResponderExcluir
  12. Depois de um quilo de elogios na resenha desse livro como não ficar curiosa pra ler esse livro, até porque mano vamos admitir fiquei com uma pena da Naomi por estar presa numa friend zone eterna mas é vida né ? Como ainda não li nada do escritor vou colocar imediatemente esse livro na minha lista de desejados afinal o mês do meu aniversario está ai pra alguma coisa né? kkk Adorei totalmente sua resenha e já entendi que você virou um super fã do cara, agora só falta o fã clube.

    ResponderExcluir
  13. Eu nunca li um livro do David e agora tô bem curiosa pra ler,porque amei sua resenha!! Gente,a cada resenha que leio sua,é um livro que adiciono na minha wishlist,sinta-se culpado rs :)

    ResponderExcluir
  14. Oi ALi!
    Você e seu amor por este autor! Nunca li nada dele, já pedi uma recomendação de livro pra começar em outro post.
    Quero muito ler e conhecer o que todo mundo fala tão bem deste autor.
    A capa é realmente belíssima.
    PS: Aceitando o livro de presente. haha
    Beijos!

    umlugarparaleresonhar.blogspot.com

    ResponderExcluir