28 de setembro de 2015

Resenhando Filme: Ricki and The Flash - De Volta Pra Casa

Título: Ricki and The Flash - De Volta Pra Casa (Ricki and The Flash)
Direção: Jonathan Demme
Gênero: Comédia dramática
Duração: 102 min.
Lançamento: 03 de Setembro de 2015
Com mais de 50 anos de idade, Ricki (Meryl Streep) é uma cantora de rock, que sempre se apresenta com a banda The Flash em um pequeno bar. A situação financeira é precária, e ela não vê os filhos adultos há décadas. Um dia, o ex-marido Pete (Kevin Kline) liga para Ricki, avisando que a filha Julie (Mamie Gummer) foi abandonada pelo marido, e pedindo ajuda para tirá-la de um estado depressivo. Reticente, a mãe retorna ao lar, e descobre que tanto Julie quanto seus dois irmãos têm muito ressentimento por causa do abandono quando eram crianças. Essa é a oportunidade para Ricki fazer as pazes e tentar ser mais presente na vida deles.
Acredito que já deixei bem explicito aqui que eu simplesmente amo a Meryl Streep né gente? Então claro e obvio que eu não perderia esse filme por nada, achei a sinopse simplesmente maravilhosa e fiquei automaticamente louco para ver, mas como é básico infelizmente só houveram cópias dubladas no cinema aqui da minha cidade e não pude vivenciar o filme por completo, mais ainda assim não deixei de assistir.

Ricki tem 50 anos e é uma cantora de banda de rock, sua banda se chama The Flash, eles estão sempre se apresentando em um pequeno bar, mas nem tudo são as mil maravilhas, mesmo tendo um público fiel, cantar não é o bastante para sobreviver e por isso Ricki tem que trabalhar num super mercado para conseguir sobreviver.

Como se a vida não já estivesse maltratando ela, Ricki passa a receber ligações de um número que ela nunca pensou que fosse voltar a receber ligações. E quando ela resolve enfim atender a tal ligação seu ex-marido Pete joga uma bomba nela, Julie acaba de ser abandonada pelo marido e está tão depressiva que ele achou que a presença de Ricki talvez pudesse melhorar alguma coisa. Mas Ricki não vê Julie e seus outros filhos a anos e esse retorno não será fácil para ela.

Mesmo tentada a não ir, Ricki viaja ao encontro da filha. Mas ao chegar Julie se mostra agressiva a mãe e é a partir desse momento que vemos que a volta de Ricki não vai ser difícil somente para ela. Mas as coisas chegam ao seu ápice quando Ricki se reúne com seus três filhos para um jantar e vê como os seus filhos são ressentidos pela sua ausência e o quanto ela perdeu/deixou de ser informada sobre a vida dos mesmo. E então ela sente o peso dos anos perdidos e repensa a sua vida, suas perdas e descobre a falta que ela sente dos filhos e que talvez ele deve ter lutado mais por eles, que mesmo tarde talvez seja o momento de lutar por eles.

Gente mas que filme foi esse? Eu sinceramente fiquei emocionado, ri horrores, fiquei espantado com alguns momentos, mas eu simplesmente amei o filme e a lição que ele passa ´r simplesmente maravilhosa, mas nem tudo foram flores, o roteiro é bem mais do mesmo e não surpreende e chego a dizer que a Meryl levou o filme todo nas costas, é inevitável dizer que por pior que seja o roteiro de um filme se ele tiver Meryl no elenco ele melhora muito. Eu vou dizer a vocês que adorei a trilha sonora desse filme que é completamente cantada pela Meryl ela simplesmente arrasou viu!!

E claro que eu vou sim babar o ovo da Meryl, que atriz maravilhosa é essa mulher, camaleoa ela se adapta a qualquer papel que lhe for ofertado, de 2014 para cá vi três filmes dela e em cada um ela se parece outra pessoa. E não foi diferente com Ricki, tem até uns vídeos hilários dela no YouTube aprendendo a tocar guitarra para o filme, essa mulher é demais!! 

Ricki and The Flash - De Volta Pra Casa não foi um grande filme, mas nem por isso ele se torna ruim, na verdade mesmo com seus problemas ele é um filme que vale a pena ver, ainda mais que se tem a presença de Meryl no filme, assim que puder verei o filme novamente, em inglês!!

Observações:
— Cara a Meryl canta de mais!!;
Meryl canta Lady Gaga e P!nk no filme, além de outras músicas maravilhosas;
— Cara preciso dessa trilha sonora pra ontem!;
— O Bucky amigo do Capitão America marcou presença no filme,
— Vem ver o vídeo dela aprendendo a tocar guitarra, aqui
— Lacoste, hummm;
— Adoro quando o bartender nos livros e filmes são LGBT;
Meryl Streep e Mamie Gummer são mãe e filha na vida real.;
— O filme é vagamente baseada na vida da sogra de Diablo Cody.

Classificando:

8 comentários:

  1. Oi Ali,
    Se eu não tinha entendido agora não tenho nenhuma dúvida que você ama a Diva Meryl Streep <33
    Gostei de saber que mesmo não sendo um roteiro surpreendente o filme conseguiu provocar tantas emoções e te agradar. Vou tentar assisti-lo.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  2. O que me atraiu no filme foi fato de que ele nos traz uma mistura de sentimentos! Como eu não costumo assistir filmes nesse estilo, eu não me senti muito atraído por ele. Confesso que não irei assisti-lo no cinema, mas espero assistir em breve assim que estiver para baixar com boa qualidade hahah

    ResponderExcluir
  3. OI, Alisson
    Mais um filme que ainda não tinha ouvido falar, mas adorei a descrição.
    Eu também gosto bastante da atriz, não sei se tanto quanto você..rs
    Vou procurar assistir.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Alisson!!!
    Adoro a Maryl Streep, acho que simplesmente é uma das melhores atrizes americanas (senão a melhor).
    Já tinha ouvido falar do filme mas não cheguei a assisti-lo ainda.
    Vou providenciar isso pra hoje mesmo kkk pois parece ser uma história delicada e que passa grandes lições de vida.
    Abraço.
    Joseph Luís
    http://planetliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Já tinha visto o trailer e os comentários sobre este filme, vi que ele era uma grande aposta para este ano, mas pelo que li na sua resenha não foi bem isto. Eu também amo a atuação da Maryl Streep!!! Mesmo este filme apresentando um enredo um pouco "batido" quero conferir. Vamos ver o que acho!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Posso dizer que sou fã de carteirinha da Meryl desde de O diabo veste prada, nossa essa mulher ganhou meu coração com esse filme! Ela é uma atriz excelente, não tinha ficado mto ansiosa para ver esse filme até agora, quando vi a propaganda achei meio sem graça, mas o que vc falou que não é apenas drama, me deixou bem curiosa para ver, vou de mente aberta sei que não será um filme digno de um oscar mas quero mto ver!

    ResponderExcluir
  7. Oi Ali, tudo bem? A Meryl é ótima mesmo, e adoro principalmente ela em "O Diabo Veste Prada". Esse filme não me interessou muito, mas gosto de filmes que mostram as relações familiares, principalmente esse que a mãe deixou a família para focar na sua carreira de cantora. Fiquei bem curiosa com essa trilha sonora, acho que assistiria só por isso.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  8. Olá, Alisson. Meus comentários sobre o filme Ricki and The Flash - De Volta Pra Casa nada mais é que eu achei mais do mesmo. Não vi um ponto forte e inovador neste filme, nem mesmo cenas que fossem realmente apreciáveis. Não assistiria ao filme!

    ResponderExcluir