8 de outubro de 2015

Resenha: Prince of Thorns - Mark Lawrence

Título: Prince of Thorns (Prince of Thorns)
Série: The Broken Empire #1
Autor: Mark Lawrence
Editora: Darkside Books
Ano: 2013
Páginas: 360
Ainda criança, o príncipe Honório Jorg Ancrath testemunhou o brutal assassinato da Rainha mãe e de seu irmão caçula, William. Jorg não conseguiu defender sua família, nem tampouco fugir do horror. Jogado à sorte num arbusto de roseira-brava, ele permaneceu imobilizado pelos espinhos que rasgavam profundamente sua pele, e sua alma. O príncipe dos espinhos se vê, então, obrigado a amadurecer para saciar o seu desejo de vingança e poder. Vagando pelas estradas do Império Destruído, Jorg Ancrath lidera uma irmandade de assassinos, e sua única intenção é vencer o jogo. O jogo que os espinhos lhe ensinaram.
Quando a Darkside lançou esse livro eu fiquei louco por ele, mas vocês sabem né? É lindo mas não é barato, mas eu consegui comprar esse livro no ano passado no Black Friday a capa é maravilhosa e a sinopse destruidora e o preço estava maravilhoso, mas ele acabou ficando na estante, até que decidi que eu o leria, enfim comecei a conhecer o mundo de Jorg, suas guerras e batalhas.

Jorg lembra de tudo como se fosse ontem, ele ainda é assombrado pela visão daquela maldita noite chuvosa onde tudo que ele mais amava foi destruído. Enquanto voltava para o palácio junto a sua mãe e seu irmão sua carruagem foi atacada e o guarda que os acompanhava só teve tempo de salvá-lo o atirado fora da carruagem, mas Jorg acabou num arbusto de roseira brava e viu a forma monstruosa como seu irmão e sua mãe foram mortos.
Sir Reilly me encontrou, pendurado no espinheiro, a menos de dez metros da carcaça de nossa carruagem em chamas. Quase não me acham. Eu os vi recolhendo os corpos na estrada. Eu os observei pelo canteiro: brilhos prateados da armadura de Sir Reilly e lampejos rubros do uniforme dos soldados de Ancrath.
Todos diziam que Jorg não sobreviveria devido aos ferimentos da roseira e a perda de sangue, mas ele foi forte e lutou durante uma ano até que ele se recuperou e traçou sua nova meta ele iria se vingar do maldito que tinha assassinado sua família de qualquer forma e assim ele foi buscando com seu tutor sabedoria para se vingar do conde Renar e com isso ele vai ser tornando uma pessoa destrutiva e amarga.

Aos dez anos Jorg invade os calabouços do castelo e liberta os prisioneiros e foge com eles em sua busca por sua vingança, os anos se passam Jorg chega aos quinze anos e agora é o líder da irmandade de assassinos e espalha destruição e morte por onde passa, mas ao encontrar com soldados do Conde Renar ele repara que por algum motivo acabou deixando sua vingança de lado e nesse momento ele decide retornar ao seu reino, para enfrentar seu pai que se casou novamente e está prestes a ser pai outra vez e para descobrir por que ele deixou sua tão desejada vingança de lado.

Jorg é um personagem duro e sem piedade, e ele não se imagina de outra forma, graças a sua perda. Mas ele é completamente respeitado pelos seus irmãos e até temido por alguns dele, pois, Jorg não tem cerimonia com a morte, ele simplesmente mata a pessoa que vá contra o que ele pensa ou age. Jorg é um completo anti-herói e você vai se apaixonar por ele ainda assim.
"Então..." — eu olhei um por um, bem devagar —  "quer dizer que o barão sabe aonde estes bandidos aqui estão indo? E sabe por onde vamos passar?" Esperei a frase surtir efeito. "E eu acabei de começar a porra do incêndio só para deixar claro que péssima ideia seria tentar nos seguir."
Por fim, enterrei a faca em Gemt. Eu não precisava, mas eu quis. Ele se contorceu um bocado, golfando sangue e mais sangue, e caiu do cavalo. Seu rosto vermelho rapidamente ficou pálido.
Nubano é um dos irmãos que seguem Jorg, ele é um pouco calado na dele, mas é um guerreiro extremamente experiente, ele serviu de exemplo e inspiração em muito do Jorg é. Makin é outro guerreio que acompanha e serve como exemplo para Jorg, mas ele inicialmente não fazia parte da irmandade, ele era um dos soldados subordinados do rei que acabou por acompanhar o príncipe Jorg.

O livro ainda é repleto de personagens que fazem grande diferença e trazem importância para a trama como o irmão Rikey, Lundist, Gorgoth e muitos outros que não vou nomear para não entrar o tesouro.

Mas que livro destruidor é esse minha gente? Completamente arrependido de ter demorado tanto para ter lido ele. A história é completamente envolvente e cheia de mistério e tipo, muito sangrenta e caramba eu realmente gostei, comecei o livro pensando que se tratava apenas da vingança, mas tem muita mas muita coisa por debaixo dos panos, coisas essas que me deixaram completamente surpreso e claro encantado Mark criou uma história intensa e te captura e não te larga e Jorg é aquela personagem foda, que está pouco se lixando para as consequências e para o que os outros vão pensar, tudo o que importa para ele é alcançar seus desejos.
"Seremos heróix, Chorg?", Elban me perguntou. Sua voz escondia dúvidas, como se todos os seus anos de vida ainda precisassem ensiná-lo que o fim justifica os meios.
"Heróis?" Eu dei de ombros. "Seremos vitoriosos. E é isso o que importa."
Prince of Thorns se mostrou uma leitura muito melhor do que eu esperava, a história de Jorg vai te deixar horrorizado e ao mesmo tempo realizado, e claro você vai ficar na torcida para que ele consiga alcançar todos as suas metas e desejos, não importando com quem ele tenha que passar por cima. Gente o que essa capa maravilhosa desse livro? Na verdade ele é todo maravilhoso a Darkside fez um trabalho esplendido o livro é todo lindo ele é um dos meus prediletos da estante, a diagramação do livro é perfeita e que espaçamento bom!!! Não encontrei um misero erro de edição no texto e a fonte tem um tamanho perfeito para leitura.

Classificando:

7 comentários:

  1. Oi, Alisson
    Realmente o livro parece ser surpreendente. Tenho vontade de ler, mas também acho meio salgadinho o preço. Gostei de saber que é tão bom assim quanto falam, lógico que tem as controvérsias. Mas gostaria de ler um dia. Adorei a resenha.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia este livro, a temática do livro parece ser muito boa, gosto de livros que envolvam cenários medievais e batalhas. Gostei da dica e da resenha.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Lendo a sinopse já tinha me interessado por esse livro, aí li sua resenha super positiva falando bem da história, já adicionei ele em minha lista de leituras, pois acredito que a história irá me agradar e gostarei do livro, fiquei bem curiosa e ansiosa para começar a leitura.

    ResponderExcluir
  4. Já vi muitos comentários positivos sobre esse livro, mas nunca tinha lido nada sobre ele. Já sabia que ele é caro, mas, se tratando da DarkSide, com certeza vale a pena hahah Além da capa ser linda, por remeter esse tom sombrio, eu gostei bastante da história. A personalidade do protagonista parece ser bem marcante!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Alisson. Eu havia visto o livro no catálogo da Darkside, mas não cheguei a ver sua sinopse ou alguma resenha sobre o mesmo. Mas, percebi que estava perdendo bastante. A princípio, encanto-me bastante por estórias de guerras e batalhas, vitórias e derrotas. Gostei bastante da narrativa da autora em relação a tudo e a todos, especialmente a criação de personagens secundários que fazem bastante importância para a trama. Lerei!

    ResponderExcluir
  6. Caracaaaaa! Que livro emocionante! Só de ler a resenha, senti a energia contagiante da história!! Ficar um ano se recuperando de ferimentos deve ser bem bad e uma revolta muito grande.
    Eu espero gostar do livro quanto você porque é claro que depois dessa resenha maravilhosa eu não poderia deixar de conferir o livro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Eu quase comprei esse livro, mtaaaa gente falava tao bem de tudo. Mas aí achei melhor esperar o black friday de novembro, pq so o primeiro q rava barato e os outros aquele facada. Hahaha
    Adoro história de ação e vingança... Agora que entendi pq ele seria o príncipe dos espinhos, e nem imagino a dor disso tudo, acho q eu ficaria amarga tb se passasse por isso.
    Animei a ler demais e realmente a darkside elevou o nível das publicações.
    Bjuuu

    ResponderExcluir