8 de janeiro de 2016

2nd Annual Papyrus Awards


Oi gente, tudo bem??! Estava super ansioso para hoje chegar logo, por que? Porque hoje  trago para vocês a segunda edição do Papyrus Awards, a premiação que criei para divulgar os livros que mais me chamaram atenção durante o ano positiva ou negativamente!! Conheçam os indicados e vencedores do ano!
Por que Papyrus Awards? Escolhi esse nome, pois o papiro foi o primeiro material usado para a escrita. Eu tive a ideia ao visitar outros blogs e ver as retrospectivas deles, mas quis fazer algo "diferente" quanto a minha leitura anual, pois, a maior reclamação nos blogs que visitei era ter que escolher apenas um livro, a minha ideia é fazer com que isso não aconteça. A categoria segue o estilo de premiação, teremos os cinco indicados (podendo variar dependendo da quantidade de leitura) e um vencedor.
Esse ano li muitos livros com capas belíssimas mas, essas foram as que mais amei! E com certeza vai ser uma escolha difícil.

And the Papyrus goes to... A Maldição do Tigre, o livro foi uma das minhas melhores releituras em 2015 e sou completamente apaixonado por ela com todos os seus relevos e seus estilo metalizado, além claro de não acreditar que não haveria capa mais mágica para a capa desse livro.
Sinceramente fico muito triste em ver três livros do David Levithan entre os indicados, porém, por mais que ame o livros dele, a Galera raramente acerta na capa do livro.

And the Papyrus goes to... Me Abrace Mais Forte, dentre todos os livros, esse era o que possui a capa original mais linda e essa nacional não chega nem perto de fazer jus a ela, e por isso também acaba sendo a maior decepção dentre os cinco indicados.
Como escolher o melhor título? Não é realmente uma coisa muito fácil. Escolhi esses pois eles foram os títulos que mais se destacaram para mim em 2015!

And the Papyrus goes to... Dois Garotos Se Beijando, o título é perfeito porque você acha que vai encontrar apenas um romance fofo entre dois garotos, mas ele abrange bem mais que isso, ele aborda o poder que um beijo pode ter e isso sim me encantou e me fez escolhê-lo.
Escolher o pior título não é mais fácil que escolher o melhor, eu escolhi de acordo com o título original e a conexão do título com o livro.

And the Papyrus goes to... As Estranhas e Belas Mágoas de Ava Lavender, o nome do livro em si já é esdruxulo e para piorar você acha que o livro trata sobre Ava, mas, no final descobre nunca foi sobre ela, nem mesmo as mágoas foram dela!
Forantos bons finais esse ano, mas, sem dúvidas esses foram o que se destacaram para mim, mas isso não tornou as coisas mais fáceis!!

And the Papyrus goes to... Eu Te Darei O Sol, amei o final dos cinco indicados, porém nada foi tão emocionante quanto a forma como terminou esse livro, depois de tantas idas e vindas, raiva e lágrima, o livro não podia ter terminado de forma melhor
Essa foi uma categoria não tão difícil, foram poucos os livros que seus finais não me agradaram em 2015 e foi menor ainda os que realmente odiei o final.

And the Papyrus goes to... Selva de Gafanhotos, o final do livro simplesmente me broxou completamente, porque nada do que me foi prometido aconteceu e odiei muito Austin.
Esse é uma categoria muito difícil porque teve muita coisa boa em 2015, amo series mesmo tendo que esperar uma eternidade por elas.

And the Papyrus goes to... Obsidiana, ai gente como amei toda a temática do livro simplesmente não consegui resisti em escolhê-lo, todos os outros são maravilhosos, mas sem duvidas Obsidiana me marcou e os próximos livros prometem muito!
Li pouquíssimos contos em 2015, pensei ter lido mais e por isso a categoria só tem quatro indicados.

And the Papyrus goes to... Felizes Para Sempre, O livro é belíssimo gente, além disso ele foi completamente pensado para os fãs e contem todos os contos e extras de A Seleção, a escolha foi inevitável.
Essa não é uma categoria muito feliz, afinal de contas é péssimo ter tido leituras ruins durante o ano né? Mas algumas sinceramente se superaram

And the Papyrus goes to... Selva de Gafanhotos,esse sem a menor sombra de dúvidas foi a minha maior decepção em 2015, odiei o protagonista, odiei o andar da história, odiei o final do livro, fiquei realmente chateado porque me prometeram um livro maravilhoso e ele é horrível.
2015 foi um ótimo ano para adaptações, bom para algumas né? Vi muitas outras, mas ela nem foram cogitadas a serem indicadas, pois, para participar dessa categoria eu tenho que ter ficado muito satisfeito com o filme independente de ter lido ou não o livro.

And the Papyrus goes to... Perdido Em Marte, cara é simplesmente impossível não se conectar com o coitado do protagonista do filme e torcer para que tudo acabe bem com ele. Amei todos os filmes, mas sem dúvidas esse foi o que mais me chamou atenção em 2015.
Todo ano tem aquela leitura que te tira completamente do chão, aquela que você esperava gostar, ou nem dava muito por ela e no final você simplesmente ama o livro.

And the Papyrus goes to... Para Todos Os Garotos Que Já Amei, sem nenhuma dúvida essa foi a maior revelação do ano, eu queria muito ler o livro pois, a premissa do livro era muito interessante, mas, não esperava que eu fosse me envolver tanto com a leitura e gostar tanto do livro como gostei . 
Essa categoria é muito boa, bem naquele estilo qual mundo você gostaria de conhecer, ninguém quer conhecer o de Jogos Vorazes, porém o intuito aqui é o quanto tal Universo/Ambientação me agradou e sem dúvidas esses foram os melhores de 2015.

And the Papyrus goes to... O Destino do Tigre,  o livro foi uma das minhas preciosas releituras de 2015 e o mais perfeito nele é que além da ambientação voltada pela busca do prêmio de Durga que acontece em todos os livros da saga, ainda há uma ambientação que se passa no passado e a Colleen fez um trabalho tão perfeito, não haveria escolha melhor.
Essa não é uma categoria de escolha fácil, Magnus, A Espada do Verão, foi um ótimo companheiro de aventura. Tiny, Me Abrace Mais Forte, me emocionou com o musical sobre sua vida e nossa como me identifiquei. Palito, Minha Metade Silenciosa, foi um dos protagonistas mais maduros que já conheci tendo em conta sua idade. Mark, Perdido Em Marte, gente o cara ficou perdido em Marte e não desistiu algo mais a falar? Jorg, Prince of Thorns, o que mais gostei nele é que ele não é exatamente um herói e é completamente inescrupulosos e mortal.

And the Papyrus goes to... Mark Watney - Perdido Em Marte,  sinceramente esse cara me conquistou quando não desistiu quando descobriu que tinha sido deixado para traz sem comunicação e sem como voltar para casa e mais ainda quando mesmo tudo dava errado e ainda assim ele não desistia, ele é a imagem da perseverança, força e carisma, porque além de não perder a esperança ele nunca perdia o humor!
A gente as vezes gostaria de afogar algumas protagonistas numa poça d'água. Mas não aqui! Todas as protagonistas escolhidas foram interessantes, divertidas, fortes ou destemidas. Ana, Almanegra, delicada e ao mesmo tempo forte e decidida não abaixa a cabeça por ser diferente e ter 90% da sociedade contra ela. Tris, Divergente, ela começa como uma garota boba que queria fugir de seu destino, mas acaba se mostrando uma grande guerreira. Cadence, Mentirosos, por sua força ao tentar mudar a forma como estava vivendo. Lilly, O Despertar do Príncipe, por ser uma ótima companheira de aventura e estar disposta a tudo para ajudar Amon. Lara Jean, Para Todos Os Garotos Que Já Amei, pelo simples fato de me envolver em sua história mesmo ela tendo todo o potência para ser clichê.

And the Papyrus goes to... Lara Jean - Para Todos Os Garotos Que Já Amei, eu terminei o livro em completo êxtase, Laranjinha simplesmente me deixou de joelho a seus pés, a história dela é simples e levemente clichê, porém essa foi a graça total do livro e para completar LJ é muito carismática.
Ahren, A Herdeira, ele simplesmente brilhava quando aparecia no livro, queria que ele aparecesse mais. George, Minha Vida Mora Ao Lado, ele é só uma criança curiosa, descobrindo o mundo e as vezes sofrendo com suas descobertas, mas suas falas são impactantes. Stark, Minha Metade Silenciosa, ele é a perfeita definição mais velho e com todo o seu sofrimento ele me cativou. Peter, Para Todos Os Garotos Que Já Amei, sinceramente a história de Lara Jean não seria nada sem ele.  Robby, Selva de Gafanhotos, por ser o melhor amigo que um protagonista FDP poderia ter.

And the Papyrus goes to... Stark - Minha Metade Silenciosa, esse foi um dos personagens que mais me impactou em 2015, por ele ser uma pessoa tão maravilhosa ainda que ele sofresse como ele sofria, ele se mostra tão importante para trama quanto o próprio protagonista, Stark ganhou meu coração.
Tess, Legend, por ser uma parceira tão boa e cuidadosa, Melly, Não Pare!, por se mostrar uma pessoa boa e aberta a novas amizades. Luana, O Que Eu Quero Para Mim, por acordar para a vida enquanto havia tempo, provocando uma grande mudança na protagonista. Dee, Obsidiana, por que se há um babaca na família sempre haverá alguém doce, gentil e educada e a Dee é maravilhosa. Kitty, Para Todos Os Garotos Que Já Amei,por ser uma irmão mais nova que as vezes se mostra mais madura que a mais velha e por outras coisinhas.

And the Papyrus goes to... Kitty - Para Todos Os Garotos Que Já Amei, as irmãs Song estão com tudo nessa premiação, mas brincadeiras a parte, Kitty promove muitos bons momentos durante a trama, além de mesmo sem querer ajudar Lara Jean em várias situações, incluindo Peter.
Magnus, A Espada do Verão, foi impossível não rir de algumas situações que o personagem passa além dele ser bem irônico. Tiny, Me Abrace Mais Forte,ele fez da vida dele um musical e não duvide tem muitas cenas cômica, Tiny foi o indicado na primeira edição da premiação. Hermínia, Minha Mãe é Uma Peça, alguém consegue não rir com a Dona Hermonia? Lara Jean, Para Todos Os Garotos Que Já Amei, era impossível não acabar rindo da Laranjinha, só o fato de alguém ter enviado as cartas dela já é motivo pra rir. Mark, Perdido Em Marte,um dos personagens mais bem humorados que vi em 2015 principalmente tendo sido deixado em Marte.

And the Papyrus goes to... Lara Jean - Para Todos Os Garotos Que Já Amei, ela consegue cômica até quando não quer, não é só o fato do envio das cartas, mas também todos os momentos que ela passa, e ela nos faz rir até quando chora, sem dúvidas ela é a mais cômica do ano! Desculpe Tiny :'(
Melhores casais são uma coisa bem pessoal, os meus escolhidos esse ano foram: Ren & Kelsey - A Maldição do Tigre, Ana & Sam - Almanegra, Noah & Brian - Eu Te Darei O Sol, Alek & Ethan - One Man Guy e Lara Jean & Peter, Para Todos Os Garotos Que Já Amei.

And the Papyrus goes to... Alek & Ethan - One Man Guy, esses dois simplesmente me conquistaram a forma como eles se envolvem, e a forma como Ethan faz Alek rever o mundo é simplesmente encantador, nada é mais lindo do que um amor que nos engrandece e nos faz perceber que em certo ponto da vida, a gente aprende que tem uma diferença entre o que você tem de fazer e o que quer fazer.
Esse ano foi repleto de vilões etéreos. Janan - Almanegra, A Madrasta - Cinderela Pop, Gaia - O Sangue do Olimpo, Marte - Perdido Em Marte e Praga IM 412E - Selva de Gafanhotos.

And the Papyrus goes to... Janan - Almanegra, sinceramente esse foi o vilão de livro que eu mais tive ódio em 2015 e o que me deu mais raiva é que ele é um templo, um templo minha gente, e ele consegue ser muito FDP e muito perverso tenham certeza ele é muito mau!
Por incrível que pareça esse ano a lista mão está muito diferente da lista da primeira edição da premiação, dos 5 indicados 3 também foram indicados na primeira edição. Colleen Houck amo essa linda criadora da saga do Tigre, que me encantou com sua nova série, li 5 livros dela em 2015. David Levithan, rei maravilhoso da literatura LGBT vocês sabem que eu o amo, li 4 livros e 1 conto do autor em 2015. Jenny han, essa linda me conquistou com Para Todos Os Garotos Que Já Amei to louco por outro livros dela, li 1 livro e 1 conto dela em 2015. Kiera Cass, esse maravilhosa que me conquistou com a história de Íllea e quase me matou com o final de A Herdeira, li 1 e 4 contos da autora. Rick Riordan rei das mitólogas que eu tanto amo com seus personagens carismáticos, li 2 livros do autor em 2015.

And the Papyrus goes to... David Levithan, não achem foi foi marmelada gente por favor!! Mas sinceramente o David é sim o autor que mais amo nesse universo, mas o que me fez escolhê-lo como melhor autor é o fato de eu sempre amar e me identificar com o que ele escreve, além claro de toda a ansiedade que eu fico quando divulgam o lançamento de um livro dele lá fora e imagina aqui no Brasil, mesmo com as capas feias, eu espero que ele seja um dos convidados da Bienal esse ano, e tenham certeza estarei lá!
Esses foram os melhores livros que li em 2015, amei muitos outros não nego, mas esses realmente se destacaram, por suas histórias que me deixou alguma marca.

And the Papyrus goes to... Dois Garotos Se Beijando, vários livros me fizeram chorar, rir, ter raiva esse ano, mas esse livro, ele me tocou de uma forma muito diferente. A maestria com que o David escreve a história é encantadora e ela é tão profunda e densa, que foi impossível não parar para refletir tudo aquilo que esta escrito nele e no que resultou? Em lágrimas, pela identificação, pelo livro ser tão real, ser tão eu.

Livros mais indicados:
Para Todos Os Garotos Que Já Amei - Indicado 11
Eu Te Darei O Sol - Indicado 5
Perdido Em Marte - Indicado 5
Mentirosos - Indicado 5
Livros que mais venceram:
Para Todos Os Garotos Que Já Amei - Venceu 4
Dois Garotos Se Beijando - Venceu 2

Bom essa foi a segunda edição do Papyrus Awards, ou retrospectiva mesmo, os melhores e os piores do ano. Se quiserem reproduzir em seus blogs fiquem a vontade!! Beijos e até 2017 com a próxima edição da premiação!!

12 comentários:

  1. Pior final para MINHA VIDA MORA AO LADO? Essa é a primeira critica ruim pra esse livro e eu te agradeço por isso. Estava em dúvida (eu tenho dúvidas quando todo mundo só elogia kkk) se lia ou não esse livro.

    Eu AMEI suas escolhas. Todas excelentes e as que não conheço anotei aqui para procurar. Parabéns mesmo. Post ficou lindo!

    >> Vida Complicada <<

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camila o livro é maravilhoso e sim eu amei! Mas o final é morno hahaha por isso ele foi incluso.

      Obrigado!!
      Xo

      Excluir
  2. Eu tenho a ediçãoeconômica de A Maldição do Tigre então com certeza ela não estpá entre as melhores pra mim UHASUAHS O final de Mentirosos com certeza foi maravilhoso e ele foi o unico que li dos indicados haha
    Levithan ganhando foi marmelada sim UUUUUUUUUUUUUUUUUUUU brincadeira

    Ficou lindo seu post!
    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pena sua edição ser econômica, o livro é lindo <3! Sim Mentirosos é maravilhoso! E não não foi marmelada!! Vamos ver no ano que vem se ele ganha de novo huahauhuah

      Obrigado!
      Xo

      Excluir
  3. Nossa, tem muitas categorias não vou comentar todas não UAHOHUAhAHAU
    Mas sobre Para Todos os Garotos ♥ ♥ ♥ para você (e para o livro). UHAUOHAUAHuAHUi
    O final de Mentirosos eu acho um pouco melhor que Eu Te Darei o Sol. A surpresa, a sofrencia... sei la. IAIUAHUAI
    As Estranhas e Belas Mágoas de Ava Lavender eu nunca li, nunca tive vontade mas depois do seu comentário eu fiquei super curiosa evou acabar colocando na lista para tentar ler esse ano.

    Eu adorei Papyrus Awards, vou tentar fazer ano que vem UAHUAHUAHUAI (penso a longo prazo qqq)
    Beijos
    SIL ~ Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem precisa comentar todas né? hahahaha Sim Sil PTOGQJA muito divo!!
      Ambos são maravilhosos Mentiroso me destruiu e Eu Te Darei o Sol me encantou pois me destruiu e me curou ao mesmo tempo!
      Leia As Estranhas e Belas Mágoas de Ava Lavender a gente pode xingar juntos... Ou não haha

      Fique a vontade ;*
      Xo

      Excluir
  4. Eu amo Minha Vida Mora ao Lado, acho que a única coisa que posso falar mal é aquelas frases no início da capa que dão a ideia de um amor de verão, isto é, não duradouro; e o George é um amor mesmo, que mesmo em suas falas inocentes conseguia fazer as pessoas refletirem <3
    Eu estava super curiosa com A Maldição do Tigre, mas depois que vi spoilers que a protagonista tem um harém (de tigres!) perdi a vontade de ler, mas me apaixonei pela Maldição do Príncipe e, por isso, estou até preocupada, pois a autora parece gostar de um harém, nesse temos vários príncipes como candidatos ao harém, haha. Estou louca pra ler Almanegra e essa capa é linda, aliás, todas as capas dessa trilogia são maravilhosas! Outro que está na minha lista é Mentirosos e toda vez que vejo ele assim sinto mais vontade de ler! *-*
    Tem muitos livros nas suas premiações que não li e os que eu torcia para ganhar não ganhavam, o que me faz colocar alguns dos que ganharam na minha lista. Fiquei interessada, principalmente, em Dois Garotos se Beijando, ele já estava na minha lista, mas ver você falar tão bem dele me atiçou a curiosidade!
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkk Fato Dani aquelas frase queimam muito o livro, posso dizer a mesma coisa sobre Obsidiana!! George é maravilhoso me apaixonei por ele!!
      AHH A Maldição do Tigre foi uma das melhores coisas que li e a Kelsey não tem bem um harem ela fica com cada um de uma vez :P O que amei em O Despertar do Príncipe é que mesmo com Três irmãos a guria só queria um mesmo!!
      Almanegra é um livro de reviravoltas vai te deixar no chão com as revelações
      Mentirosos, a gente acha que sabe o que aconteceu, porém só que não!!
      Leia Dois Garotos Se Beijando, é um livro maravilhoso e muito informativo!! Espero que goste!!

      Xo

      Excluir
  5. Gostei demais do post. Quantos livros e quantas categorias..rs... Não vou citar cada uma porque são muitas. Bem algumas leituras eu já realizei, como o Despertar do Príncipe (que ganhei aqui...rs... obrigada =D) A capa dele é realmente demais, embora ele não tenha sido o escolhido, mereceu estar na categoria. Eu te darei o sol está na minha meta de 2016, espero gostar dele tanto quanto você. Divergente (e a trilogia) foi uma leitura que se iniciou no fim de 2014 e terminou ano passado, gostei de lê-la. Bem os outros ainda não li, mas conheço um pouco do enredo por ter lido suas resenhas. Enfim, como já mencionei amei sua ideia, parabéns pela criatividade. E vamos aguardar o deste ano...rs...
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Mayla!! Obrigado!!
      Muitas categorias, até eu achei que não ia terminar mais quando estava escrevendo, passei 4 dias para terminar hahahaha
      Que bom que gostou do livro?? E sim a capa é lindo ele não ganhou mas o irmão ganhou rsrs
      Eu Te Darei o Sol é lindo espero que ame!!
      Vou terminar Divergente agora em 2016, se prepare para a resenha!

      Xo

      Excluir
  6. Cara, ter lido a sua postagem justo hoje não foi das mais felizes escolhas. rsrs Estou começando a ler "Eu estive aqui" e o meu medo é tão grande, mas tão grande, que vê-lo na categoria de pior final apenas aumentou o meu receio. kkk
    Deixando isso de lado, gostei muito do seu post e da maneira como você organizou as categorias. Ficou realmente muito legal. ;) Pra falar a verdade, não faço ideia do que se trata o livro "Para Todos Os Garotos Que Já Amei", mas acho esse título tão fantástico que quero ler desde a primeira vez que o vi. Outro que pretendo ler em breve é "O Despertar do Príncipe" e ver a protagonista em destaque é muito bom, porque a protagonista da outra série da autora não me agradava em nada. :x

    Abraços,
    Ricardo - www.overshockblog.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Ricardo que chato hahaha, mas espero que tenha gostado do livro, o fato de eu não gostar não quer dizer nada né?
      Ahhh obrigado, deu trabalho mas ficou do jeito que queria!!
      Pois deveria da uma olhadinha porque o livro mesmo sendo leve é maravilhoso!!
      Lilly realmente é muito mais agradável que a Kelsey e a história é promissora vou esperar por usa resenha!!

      Xo

      Excluir