10 de março de 2016

Resenha: A Coroa de Ptolomeu - Rick Riordan

Título: A Coroa de Ptolomeu
Série: Percy Jackson & Kane Chronicles Crossover #3
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Ano: 2015
Páginas: 78
Depois do encontro de Percy e Carter, em O filho de Sobek, e de Annabeth e Sadie, em O cajado de Serápis, enfim chegou a hora de os quatro se unirem em uma divertida aventura mágica em um novo conto que une as séries de mitologia greco-romana e egípcia de Rick Riordan.
Em A coroa de Ptolomeu, Percy e Annabeth abrem mão de pegar um cinema no sábado para resolver um assunto bem chato: deter o espalhafatoso e lendário mago Setne, que mais parece um cruzamento de Elvis Presley com Prince versão 1980. Munido com o Livro de Tot e unindo as magias grega e egípcia, Setne - cuja história é contada em A sombra da serpente e que é relembrado em O cajado de Serápis - está tentando unir as duas coroas, do Baixo Egito e do Alto Egito, para se tornar um deus imortal.
Estava super ansioso para ler este último capítulo do crossover de Percy e os Kane, a criatividade do Rick Riordan é simplesmente incrível e seus personagens marcantes, difícil de não gostar deles depois de esperar um bocado e depois tomar coragem, eu li o último conto desse crossover.

O dia mal começou e Percy e Annabeth já estão enrascados, estava tudo certo para eles irem curtir um cinema, mas devido a um sonho, coisas de Meio-Sangue, ela e Percy vão para Governors Island pois, algo muito estranho iria acontecer por lá, e como esperado estava rolando alguma coisa por lá, com cara que parecia uma mistura de Elvis e Prince, Annabeth tentaram entrar em contato com Sadie e Carter, mas estava meio difícil manter contato então eles se viram obrigados a entrar na briga sozinhos.
— Está fazendo isso direito? — perguntou ela.
— Ih, sei lá. Tenho quase certeza de que o nome dele se pronuncia Carter.
— Experimenta bater no hieróglifo várias vezes.
— Isso é ridículo.
— Experimenta.
O cara estava fazendo um ritual muito estranho, mas logo eles descobriram a razão da bagunça, era magia egípcia misturada a magia grega, ele estava sob o poder do livro de Tot, era Setne, ele está tentando se tornar imortal, mas logo Sadie e Carter chegam e entram na briga para impedir Setne.
— Esse só só pode ser Setne — disse ela. — O pergaminho que ele está lendo é o Livro de Tot. Seja lá qual for o feitiço que está lançando, temos que impedi-lo.

Eu estava muito ansioso pela reunião desses quatro e ela se mostrou tão maravilhosa e interessante quanto eu esperava, cada um tendo um papel muito bem dividido para conseguir impedir Setne de realizar seu desejo louco. Mas sem duvidas Percy foi a melhor coisa, já que o conto é narrado por ele, dei muitas risadas com algumas situações e fiz vários awwwn com outras.

A leitura foi gostosa e interessante como eu já esperava que fosse ser, Rick fez uma curta abra prima e me deixou sedento com o final do conto, pois, ficou umas coisinhas em aberto rsrs, o conto é finalizado de forma interessante e divertida, bem tipico do Rick, amei, adorei?!

A Coroa de Ptolomeu fecha de forma coesa a trilogia de contos do crossover de Percy Jackson e os Irmãos Kane, tenho certeza que nenhum fã ficou insatisfeito com o que leu, bom eu não fiquei, sem duvidas a leitura vale a pena.

Classificando:

Nenhum comentário:

Postar um comentário