31 de maio de 2016

Resenhando Filme: Angry Birds: O Filme

Título: Angry Birds: O Filme (The Angry Birds Movie)
Direção: Clay Kaytis, Fergal Reilly
Gênero: Animação
Duração: 98 min.
Lançamento: 12 de maio de 2016
Adaptação do jogo Angry Birds, uma das maiores franquias mundiais de entretenimento, o filme vai contar a história de Red, um pássaro com problemas para controlar seu estresse, o veloz Chuck e o volátil Bomba, amigos que nunca tiveram seus valores reconhecidos. Quando misteriosos porquinhos verdes invadem a ilha onde moram, estes improváveis heróis serão os responsáveis por descobrir qual o plano da gangue suína.




Eu sempre adorei o jogo dos Angry Birds... Mesmo sendo péssimo nele e nunca conseguindo bater as metas do jogo, e logo que fiquei sabendo do filme decidi que iria ver, mas sem nenhuma expectativa, por que era mais do que provável que o filme provavelmente seria bem ruinzinho ou  sem noção, mas ainda assim fui lá ver no que dava.

Red vive com raiva, ele até tenta ser paciente, mas ele não suporta muita coisa e logo explode e põe toda a sua raiva para fora, num desses ataques de raiva Red acaba provocando um pequeno acidente que acaba por leva-lo ao júri dos pássaros que como punição ao seu ato o sentencia a participar de terapia para controlar toda a raiva que ele tem dentro de si.

Ele acha tudo isso uma grande besteira, na verdade ele sempre achou toda essa alegria dos aldeões excessiva, principalmente quando ele se sentia tão solitário e era motivo de chacota para muitos deles, mas ainda assim ele acata a sentença e passa a frequentar a terapia com a senhorita Matilda e lá conhece Chuck e Bomba que mesmo contra sua vontade acabam se tornando seus amigos.

Mas é quando os porcos chegam na ilha dos pássaros que as coisas começam a ficar estranhas, Red acha muito estranha a chegada dos desconhecidos, sendo o único que os olha com desconfiança enquanto todos os outros os recebem com cordialidade, mas logo Red descobre alguns segredos dos porcos que provam que talvez eles não estejam na ilha com boas intenções.

Meu povo mas que filme foi esse? Como disse eu fui ver sem dar cinquenta centavos por ele, mas não é que ele me surpreendeu positivamente? Os efeitos estão simplesmente fantásticos, o uso do 3D foi muito bem utilizado, a trilha sonora está simplesmente perfeita para o filme, é inegável que o roteiro é simplista, mas ainda assim não deixa de encantar e promover uma ótima aventura. A melhor parte do filme é toda a referencia que ele faz ao jogo, que eu simplesmente não acreditava que fosse possível ocorrer, realmente amei esse filme.

Observações:
— Tadinho do Red gente, me lembrou tanto Naruto;
— Eu ri muito com o Chuck gente!!;
Bomba o mais fofo de todos;
— O Terêncio gente? Deu medo, mas ri muito!!
— Referência a O Iluminado;
— Referência a Cinquenta Tons de Cinza;
— Referência claríssima ao "Pão e circo" esse filma trata;
— Me acabei com o Mega Águia, não sei se ele tava dando close certo ou close errado, mas gostei dele;
— O final do filme *_* muito amor;
— Talita e Natasha obrigadinho pela companhia!!

Classificando:

Nenhum comentário:

Postar um comentário