30 de junho de 2016

Resenha: A Coroa - Kiera Cass

Título: A Coroa (The Crown)
Série: The Selection #5
Autor: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Ano: 2016
Páginas: 310
Em A Herdeira, o universo de a Seleção entrou numa nova era. Vinte anos se passaram desde que America Singer e o príncipe Maxon se apaixonaram, e a filha do casal é a primeira princesa a passar por sua própria seleção.
Eadlyn não acreditava que encontraria um companheiro entre os trinta e cinco pretendentes do concurso, muito menos o amor verdadeiro. Mas às vezes o coração prega peças… e agora Eadlyn precisa fazer uma escolha muito mais difícil - e importante - do que esperava.
America Singer e o Príncipe Maxon se apaixonaram, e a filha do casal é a primeira princesa a passar por sua própria seleção.
Eadlyn não acreditava que encontraria um companheiro entre os trinta e cinco pretendentes do concurso, muito menos o amor verdadeiro. Mas às vezes o coração prega peças… e agora Eadlyn precisa fazer uma escolha muito mais difícil - e importante - do que esperava.
Meu Deus do céu como eu estava ansioso para ler esse livro!! Depois que terminei de ler A Herdeira e ficar completamente no chão, esperar um ano por um livro novo foi uma tortura, mas enfim o livro foi lançado e ganhei esse lindo de aniversario e assim matei a ansiedade que me matava.

A seleção está cada vez mais acirrada para Eadlyn, ela simplesmente não consegue escolher entre todos os garotos que agora estão no castelo tentando conquistar seu coração e claro um lugar ao lado dela no trono, mas as coisas ficam complicadas quando Eadlyn precisa dedicar mais de seu tempo aos afazeres da coroa assim ficando com pouco tempo para os garotos.

Logo ela se vê obrigada a adiantar a seleção e mandar vários garotos para casa ficando apenas com os seus favoritos, mas isso não facilita muito a vida dela não, na verdade só piora tudo, agora que só os seus favoritos estão em cena, ele se vê ainda mais indecisa com qual escolha ela deve tomar, qual dos garotos seria um parceiro melhor para ela?
— Sinto muito — eu disse, me preparando para a repercussão inevitável.
Quando minha Seleção começou, eu já tinha imaginado que seu fim poderia ser desse jeito, com dúzias de pretendentes partindo ao mesmo tempo, muitos despreparados para o fim dos seus quinze minutos de fama. Porém, depois das últimas semanas, depois de descobrir que muitos deles eram gentis, inteligentes e generosos, a eliminação em massa quase me partia o coração.
Além disso tudo Eadlyn ainda tem que trabalhar a sua imagem com o povo de Illéa, se tornar mais amável aos olhos dos mesmos. E como se as coisas já não estivessem difíceis o bastante, um novo personagem entra em cena, e Eadlyn não sabe bem o que esperar e nem como agir com ele. Assim em meio a toda uma confusão ela deve escolher com quem irá passar o resto de sua vida.

Olha eu sinceramente gostei da Eadlyn nesse livro, ela está mais centrada, determinada, mas bem resolvida, menos egocêntrica e ficou tão fofa apaixonadinha, me perdoe que acho uma mudança radical, vocês são chatos. O que mais amei e que ele passou a ver a realidade de outra forma, e passou a querer o melhor pro povo dela independente do que fosse melhor pra ela.

Nesse livro as coisas estão mais centradas na Eadlyn, mas alguns personagens se fazem bem importantes para a trama como Henri, Kile e Hale, que são alguns dos selecionados dela, assim como também America e Maxon que a ajudam a tomar algumas atitudes importantes.
— Não sei sei. Quanto mais penso, mas triste eu fico por ter que mandar todos vocês embora, exceto um. Vou sentir falta de vocês aqui.
— Já pensou em ter um harém? — ele disse com a cara séria.
Dobrei o corpo de tanto rir e ganhei como recompensa uma espetada de alfinete na cintura.
— Ai!
— Desculpe! Eu não devia fazer piada com agulhas por perto.
Então Hale veio para minha frente.
Ai como eu amei esse livro meu povo!! A escrita da Kiera continua maravilhosa e envolvente como sempre, eu senti que a história ficou meio corridinha sabe? Como se ela quisesse terminar o livro logo?! Mas sinceramente isso não me incomodou melhor do que ficar enchendo linguiça né? E posso dizer a vocês que eu simplesmente ADOREI o final e a escolha da Eadlyn, meu shipp maravilhoso aconteceu, porém eu tinha uns 4 né quase impossível não acontecer né? Aí gente to me sentindo órfão de novo!! Kiera faz a Cassandra Clare e vive eternamente de uma série só, eu vou amar!!

A Coroa foi uma leitura mais do que gostosa, sinceramente ela foi surpreendente, pois, não esperava que algumas coisas fossem acontecer! Como sempre a Kiera me encantou. A capa do livro causou certa revolta no pessoal, em mim também, existiam fanmades mais bonitas, mas eu também gosto dessa e ela assim como nos outros livros da série vem com auto relevo no titulo do livro, não encontrei nenhum problema de revisão, a diagramação do livro como sempre está maravilhosa e a fonte tem um tamanho agradável a leitura.

Classificando:

3 comentários:

  1. Oi tudo bom?
    Olha, eu sou o único que não gostou nem um pouco do final? Ta, a parte politica, distopica e tudo bem mas ela não ficou com quem eu torci! Bom, acontece mas isso me broxou muito com o livro.

    Abraços

    http://shadabooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Alisson.

    Fui ler A Herdeira esse ano, pois uma amiga me emprestou, mas eu não queria ler, porque pra mim a trilogia A Seleção estava perfeita, e o livro de contos é maravilhoso e pronto. Mas dai eu vi o livro, o livro olhou pra mim e não resisti rsrs. Gostei de A Herdeira, mas foi um pouco mais de ok por causa da escrita da Kiera que é uma leveza e me conduz de uma forma incrível e assim me fez entender a Eadlyn, mesmo não gostando muito dela. Agora estou curiosa pra ler A Coroa, mas estou esperando o e-book ficar bem baratinho pra comprar rs. Espero que eu acerte no meu shipp, assim como foi com Três Coisas Sobre Você, mesmo que eu quisesse ter sido mais surpreendida como vc falou falou lá no comentário da resenha rs

    ResponderExcluir
  3. Sim, o final não foi com quem eu imaginava e estava na torcida;
    Sim, a história me apresentou uma nova Eadlyn;
    Sim, senti que tudo estava um pouco rápido, e acho que exatamente pela junção de todos esses fatores é que amei o desenrolar e o rumo que a história tomou.

    ResponderExcluir