19 de julho de 2016

Resenha: Simon Vs. A Agenda Homo Sapiens - Becky Albertalli

Título: Simon Vs. A Agenda Homo Sapiens (Simon Vs. The Agenda Homo Sapiens)
Autor: Becky Albertalli
Editora: Intrínseca
Ano: 2016
Páginas: 272
Simon tem dezesseis anos e é gay, mas ninguém sabe. Sair ou não do armário é um drama que ele prefere deixar para depois. Tudo muda quando Martin, o bobão da escola, descobre uma troca de e-mails entre Simon e um garoto misterioso que se identifica como Blue e que a cada dia faz o coração de Simon bater mais forte.
Martin começa a chantageá-lo, e, se Simon não ceder, seu segredo cairá na boca de todos. Pior: sua relação com Blue poderá chegar ao fim, antes mesmo de começar.
Agora, o adolescente avesso a mudanças precisará encontrar uma forma de sair de sua zona de conforto e dar uma chance à felicidade ao lado do menino mais confuso e encantador que ele já conheceu.
Uma história que trata com naturalidade e bom humor de questões delicadas, explorando a difícil tarefa que é amadurecer e as mudanças e os dilemas pelos quais todos nós, adolescentes ou não, precisamos enfrentar para nos encontrarmos.
Lembro de quando vi esse livro no Goodreads, fiquei louco para ler ele, pois a premissa era muito boa, até que um belo dia a Intrínseca lançou o livro aqui no Brasil e eu nem estava sabendo que eles tinham anunciado o lançamento, claro que eu fiquei em êxtase né? E assim que pude comprei o livro para ler e ver se todos os elogios que o livro recebeu eram merecidos.

Simon é um garoto como outro qualquer, vivendo o ensino médio, Simon é gay, mas isso não é um grande problema para ele, na verdade isso é um mero detalhe da pessoa que ele é, e ele não acha necessário sair do armário, pelo menos não por enquanto, afinal ele sabe que mesmo tendo certeza que isso não será um problema para sua família, eles sem duvidas farão um grande estardalhaço e é isso que ele está querendo evitar.

Simon troca mensagens anonimas por e-mail com uma pessoa que se identifica como Blue, tudo o que Simon sabe dele é que eles estudam na mesma escola, tudo corria muito bem até que um dia, Martin, um dos colegas de Simon, o põe contra a parede e diz que sabe que ele é gay e que está trocando mensagens com um tal de Blue, e que para que ele não divulgue esses e-mails ele deveria ajudá-lo com um garota que ele gosta.
— Li seu e-mail.
— O que? — Eu levanto o rosto e olho para ele.
— Mais cedo na biblioteca. Não foi de proposito, é claro.
— Você leu meu e-mail?
—Ah, eu usei o computador logo depois de você — diz ele. — Quando acessei o Gmail, entrou na sua conta. Você devia ter encerrado a sessão.
Simon não quer sua vida pessoa exposta, e claro não quer expor Blue o que com certeza acarretaria no fim do contato entre os dois, e assim Simon acaba cedendo a chantagem de Martin, enquanto isso Simon fica mais e mais encantado com o seu relacionamento com o Blue, desejando loucamente descobrir quem ele é para poder ficar com ele, mas Martin é um grande problema e ele tem de resolver isso antes que ele acabe com suas chances com o Blue.
— Só por curiosidade: quem é Blue?
— Ninguém. Ele mora na Califórnia.
Se Martin pensa que vou entregar o Blue, ele está doido.
Blue não mora na Califórnia. Mora em Shady Creek e estuda na nossa escola. Blue não é o verdadeiro nome dele.
Ele é um a pessoa. Pode até ser alguém que eu conheço. Mas não sei quem. E não sei se quero saber.
Gente como eu amei o Simon, sabe aquele personagem que te encanta e te faz torcer para que tudo de certo para ele? Foi exatamente assim que ele fez eu me sentir, ele é só um garoto tentando se encontrar, encontrar o amor e claro tentado evitar que sua vida vire utilidade publica. Ele se mostra corajoso, amigo e acima de tudo maravilhoso.

Blue inicialmente era só um amigo, um amigo necessário que fazia dos dias do Simon melhor, porém as coisas evoluem, ele se torna ainda mais importante, pra trama e claro pro Simon. Blue é sempre muito fofo, delicado e atencioso.

Outros personagens que se fazem importantes para a trama são Leah e Nick que são amigos de Simon há muito tempo e que são também grandes pilares para ele, e Abby uma nova melhor amiga de Simon que é muito gentil e torce muito por ele.

Minha gente eu esperava que o livro fosse bom, mas não que ele fosse tão bom e acima de tudo que ela fosse tão fofo. Eu simplesmente amei a leitura, a história corre de forma tão fluida, a autora criou uma história tão gostosa, os personagens são desenvolvidos aos poucos causando até certo tom de mistério quanto a eles. A mensagem de amor, amizade e antibullying que o livro traz são ótimas, gostei de ver que mesmo minimamente o livro trabalha os padrões que nos são impostos, e só digo, é muito bom ver um trabalho representativo dentro de um livro que busca representatividade. Mas o que realmente me encantou mais no livro é que eu não descobri quem era o Blue, e que ainda assim eu fiquei completamente encantado com quem ele era quando descobri.

Simon Vs. A Agenda Homo Sapiens sem duvidas foi uma das minhas melhores leituras desse ano, tanto por sua narrativa maravilhosa, quanto por seus personagens fofos, ao terminar o livro fiquei desolado, queria mais um pouco de Simon. Eu simplesmente amo a capa desse livro, o titulo e o corpo são envernizados e ficou muito bom, não encontrei nenhum problema de revisão, a diagramação do livro está ótima e a fonte tem um ótimo tamanho para leitura.

Classificando:

Nenhum comentário:

Postar um comentário