25 de outubro de 2016

Resenha: Eterna - C. C. Hunter

Título: Eterna (Eternal)
Série: Shadow Falls: After Dark #2
Autor: C. C. Hunter
Editora: Jangada
Ano: 2016
Páginas: 352
Já Resenhei: As Crônicas de Della Tsang (Shadow Falls #0,5/4,5), Renascida (Shadow Falls: After Dark #)
Livro cedido pela editora para leitura
Justo quando Della estava começando a achar que tinha encontrado a sua tribo em Shadow Falls, sua vida vira do avesso novamente. Depois de ser vítima de um vírus mortal, ela precisa fazer a difícil escolha de ser uma Renascida, um tipo de vampiro mais forte e poderoso. Essa é a sua única chance de sobrevivência. Mas ela tem um preço: Della terá que ficar eternamente ligada a Chase. Será que a atração que ela começa a sentir por ele é real ou tem a ver com essa ligação? E o que acontecerá com Steve, o metamorfo?
E se já não bastasse os problemas com o coração, enquanto Della investiga seu mais recente caso, ela descobre uma prova chocante de que seu pai está envolvido num crime do passado. Isso a faz questionar tudo o que acredita ser verdade, e o seu lugar num mundo que ela pensava conhecer tão bem.
Depois de ficar super curioso com o final de Renascida, solicitei assim que possível Eterna ao Grupo Pensamento para descobrir o que viria a partir dali, demorei um pouco para finalizar devida as loucuras da universidade mas enfim o finalizei e vou dizer o que achei dele para vocẽs!!

Mais um fantasma surgiu para assombrar Della, esse grita loucamente para que ela salve Natasha, Della fica completamente intrigada com a situação sem saber o que fazer a não ser aceitar seu novo fardo e passar a procurar por essa tal Natasha, mas isso não vai ser nada fácil, porque Della não tem a miníma ideia de quem seja essa garota.

Como se as coisas já não estivessem difíceis, Della logo descobre que foi incumbida de cumprir essa missão ao lado de Chase, que também recebeu a visita do fantasma, o vampiro misterioso e que agora ela basicamente deve sua vida a ele, claro, ela não suporta nem um pouco isso e claro que isso logo acaba por estremecer o seu relacionamento com Steve.
— Vou sugerir que eles permitam que Chase venha trabalhar com a gente e vocês dois trabalham juntos no caso. — Ele levantou uma mão. — Eu poderia... poderia estar disposto a fazer uma concessão e deixar que ele se reportasse tanto ao Conselho quanto à UPF, mas apenas se concordarem com minhas condições.
— Que condições?
— Todas as tarefas têm que ser atribuídas por mim, e eu tenho o direito de mandar outros agentes cobrir vocês dois, se sentir que é necessário.
Ainda em meio a esse turbilhão, Della começa a descobrir alguns segredos de sua família que ela nuca imaginou serem possíveis, em meio a toda essa turbulência Della deve correr contra o tempo para tentar encontrar a garota que o fantasma tanto pede, antes que talvez seja tarde demais.
Salve-a! Salve-a! As palavras ecoaram como se a distância. A mesma voz que tinha ouvido antes de vir parar ali dentro da caverna. Um fantasma?
Talvez.
Della continua destemida, cabeça dura e poderosa, mas ainda sensível, e com seus problemas pessoais mau resolvidos, ela cresce durante a história, e se faz incapaz de você não gostar dela, principalmente por ela nunca desistir de encontrar a verdade e por sua vontade de proteger quem ela ama.

Chase que para mim inicialmente era um grade porre, se mostrou um cara bem interessante, vamos dizer, ele demonstra uma confiança cega por Della além de estar sempre ao lado dela que a mesma precisa, ele ainda tenta mesmo que com dificuldade ajudá-la a lidar com seus problemas pessoais.

O personagens que trazem mais importância a trama são as melhores amigas de Della, Miranda e Kylie que sempre estão apostos para a ajudar, Burnett e Holiday os diretores do acampamento que estão sempre lá  para lhe dar suporte, principalmente Burnett quem lhe passa as missões da UPF.

Eu sinceramente tenho um amor enorme por essa série, e mesmo tendo demorado tempo demais para terminar a leitura, em nenhum momento ela se tornou desinteressante, na verdade ela só se tornava melhor a cada página que eu lia. O desenvolvimento dos personagens e da história continua maravilhoso fora que a escrita da C. C. Hunter continua maravilhosa e fluida como sempre, simplesmente amei o livro.

Eterna sem dúvidas entra para o grupo de bons livros lidos em 2016, a autora me surpreendeu com algumas coisas que nem esperava acontecer, e outras que imaginava que seriam diferentes, mas ainda assim a história foi maravilhosa! A capa do livro não vamos nem falar né? Ela é simplesmente linda com estilo metalizado, muito melhor que a original, não encontrei nenhum problema de revisão, a diagramação do livro é boa e a fonte possui um tamanho agradável para leitura.

Classificação:

Nenhum comentário:

Postar um comentário