20 de fevereiro de 2017

Resenhando Filme: Passageiros

Título: Passageiros (Passengers)
Direção: Morten Tyldum
Gênero: Ficção
Duração: 111 min. 
Lançamento: 05 de Janeiro de 2017
Durante uma viagem de rotina no espaço, dois passageiros são despertados 90 anos antes do tempo programado, por causa de um mal funcionamento de suas cabines. Sozinhos, Jim e Aurora começam a estreitar o seu relacionamento. Entretanto, a paz é ameaçada quando eles  descobrem que a nave está correndo um sério risco e que eles são os únicos capazes de salvar os mais de cinco mil colegas em sono profundo.




Logo que esse filme foi anunciado fiquei bem a fim de vê-lo, afinal de contas tem a Jennifer Lawrence e o Chris Pratt e gosto muito dos dois, achei a premissa do filme muito interessante e gostei bastante do trailer e assim lá fui eu ver o filme.

A nave Avalon está transportando cinco mil terráqueos para um novo planeta, a viagem deve durar volta de 120 anos e todos o passageiros estão em cabines de hibernação e deverão ser acordado pouco tempo antes de chegarem a seu destino, mas ao passar por um campo de asteroides algum mal funcionamento acontece.

E desse mal funcionamento um das cabines de hibernação acaba por despertar 90 anos antes do esperado e assim Jim acorda e descobre estar completamente sozinho na nave, completamente desesperado ele tenta encontrar uma forma de voltar a hibernar, porém ele não consegue, nesse momento ele descobre que terá que viver sozinho.

Porém, logo mais um passageiro acaba sendo desperto antes da hora, e assim Jim acaba por ganhar uma companhia, Aurora é autora e começa a fazer amizade com ele e logo eles iniciam um relacionamento, porém um segredo pode destruir, os sentimentos criados pelos dois.

Ahh gente sinceramente gostei do filme, mas não foi bem o que eu esperava sabe? Na verdade achei bem pesado o foco do filme, na verdade a humanidade é falha, claramente e precisamos de convívio em sociedade e então algumas decisões são difíceis de tomar. Mas falando do filme, adorei a química da Jennifer e do Chris, adorei a fotografia do filme, o roteiro não é maravilhoso, mas encanta.

Passageiros não foi bem o filme que eu esperava, mas ainda assim eu gostei bastante do que vi, fiquei um pouco frustrado com a forma que as coisas ocorreram, mas ainda assim o filme é válido e vale muito a pena assistir.

Observações:
— Quando dizem que uma maquina não pode substituir uma pessoa, fica claro que é verdade no filme;
— Inclusive Aro (Crepúsculo) está no filme;
— O filme só tem 4 pessoas e ainda assim é muito gostosinho de ver;
— Fiquei chateado com umas coisas, feliz com outras;
— Esse dilema do filme é foda, não sei o que faria;
— Nath companhia maravilhosa sempre <3

Classificando:

Nenhum comentário:

Postar um comentário