9 de fevereiro de 2017

Resenhando Filme: Serviço Interno

Título: Serviço Interno (Inner Workings)
Direção: Leo Matsuda
Gênero: Curta, animação
Duração: 06 min.
Lançamento: 5 de Janeiro de 2017

Paul é um jovem trabalhador que se divide entre o seu lado mais pragmático e sua parte mais aventureira. Enquanto segue uma rotina entediante e se esforça para cumprir todas as funções durante seu expediente, ele acaba deixando de prestar atenção em situações cotidianas que poderiam deixá-lo mais feliz. Nesta batalha entre cérebro e coração, Paul vai descobrir a importância de encontrar um equilíbrio na vida e que, às vezes, assumir riscos é necessário. 


Toda vez que eu vou assistir uma animação da Disney já fico ansioso para saber qual será a animação que virá antes do filme, as vezes até esqueço que tem uma animação antes, mas sempre fico feliz quando ela estão presentes antes dos filmes.

Mais um dia começa, uma mesma rotina diária para chegar ao trabalho e cumprir suas funções e retornar para casa, é assim que Paul vive sua vida, mas dessa vez pudemos ver o que se passa dentro dele, literalmente, seu Coração e seu Cérebro vivem um embate diário em que um quer viver as aventuras da vida enquanto o outro é mais pragmático e quer apenas seguir as regras e manter a rotina.

Porém é sabido que uma vida sem aventuras e desafios não é uma vida alegre e assim a medida que o Cérebro vai tomando o controle do corpo e o Coração ficando de lado, a vida de Paul passa a ficar sem sentido, nesse momento o cérebro nota que é necessário um equilíbrio entre ele e o coração para que o Paul viva um vida feliz.

Mas que coisa mais linda é essa animação, sinceramente fico todas as vezes encantado com as animações da Disney que eu vejo principalmente por contar histórias tão perfeitas em tão pouco tempo. Os efeitos são ótimos, e é impossível não se encantar com o protagonista.

Serviço Interno é curta belíssimo e com uma bela mensagem, que sem duvidas vai encantar e agradar além de mostrar que nem tudo na vida são regras e ordens.

Observações: 
— Ter medo é uma coisa, mas o Paul cara, acho que ele precisa de um psicólogo;
— Coração, tudo louquinho mesmo né?;
— Vamos viver a ida meu povo;
— Nath, companhia maravilhosa sempre!!

Classificando:
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário