7 de abril de 2017

Resenha: A Cabana - William P. Young

Título: A Cabana (The Shack)
Autor: William P. Young
Editora: Arqueiro
Ano: 2017
Páginas: 248
Livro cedido pela editora para leitura
Durante uma viagem de fim de semana, a filha mais nova de Mack Allen Phillips é raptada e evidências de que ela foi brutalmente assassinada são
encontradas numa velha cabana.
Após quatro anos vivendo numa tristeza profunda causada pela culpa e pela saudade da menina, Mack recebe um estranho bilhete, aparentemente escrito por Deus, convidando-o a voltar à cabana onde acontecera a tragédia.
Apesar de desconfiado, ele vai ao local numa tarde de inverno e adentra passo a passo o cenário de seu mais terrível pesadelo. Mas o que ele encontra lá muda o seu destino para sempre.
Em um mundo cruel e injusto, A cabana levanta um questionamento atemporal: se Deus é tão poderoso, por que não faz nada para amenizar nosso sofrimento?
As respostas que Mack encontra vão surpreender você e podem transformar sua vida de maneira tão profunda quanto transformaram a dele. Você vai querer partilhar este livro com todas as pessoas que ama.
Esta edição especial inclui um texto inédito do autor, relembrando os 10 anos de sucesso que marcaram a trajetória do livro e contando detalhes da gravação do filme. Além disso, traz um caderno de fotos com cenas da adaptação desta emocionante história para as telas do cinema.
Quando recebi meu primeiro salário em janeiro de 2008, minha mãe disse que eu deveria comprar com ele algo que durasse, e assim comprei o meu primeiro livro, A Cabana, lembro que na época que li o livro eu gostei bastante e ao mesmo tempo fiquei mexido. Nove anos se passaram e o livro ganhou uma adaptação para o cinema e uma nova capa, então decidi adicionar o livro a meu desafio Relendo e Resenhando 2017 para ver como eu me sentiria com a releitura do livro e assim que foi possível solicitei o livro a Arqueiro.

Mack não teve a melhor das infâncias, seu pai um alcoólatra e religioso fervoroso maltratava ele, sua mãe e irmãos quando bebia, até o dia em que ele não suportou mais a situação em que estava vivendo e vai embora, depois disso ele passou por muita coisa até porque guerra, mas as coisas em sua vida melhoraram quando ele se casou com Nan.
Mack está casado com Nana há pouco mais de 33 anos — na maior parte do tempo, eles são felizes. Diz que ela salvou sua vida...
Com Nan, Mack encontrou um pouco de paz e formou uma bela família, ele e a esposa tiveram cinco filhos, que ele amava incondicionalmente e o faziam muito feliz. Mas Mack vê seu mundo desmoronar quando em uma viagem de férias sua filha mais nova Missy acaba desaparecendo. Mack se vê desesperado ao perceber que não verá mais sua filha e não sabe como conter a culpa e a tristeza.
A tragédia também havia aumentado a fenda no relacionamento de Mack com Deus, mas ele não se dava conta dessa separação crescente. 
Quatro anos se passam e Mack ainda vive a saudade e a culpa pela perda da filha. Até que um dia ele recebe um estranho bilhete, que ao que tudo indica teria sido escrito por Deus, este convidando-o para encontra-lo durante um fim de semana, mesmo muito desconfiado Mack vai até lá e o que encontra acaba por mudar sua vida.
Mackenzie

Já faz um tempo. Senti sua falta.
Estarei na cabana no fim de semana que vem, se você quiser me encontrar.
Papai
Gente como foi lindo reler esse livro, o William definitivamente é um autor maravilhoso e sim já li mais de um livro do autor. Refazer a leitura desse livro 9 anos depois, com um novo olhar e mais maduro me fez ficar bem emocionado, o livro é muito delicado e ao mesmo tempo intenso, narrativa do livro é fluida e muito bem escrita, eu simplesmente adorei a forma como o autor retrata Deus na história que sem dúvidas e como esperado é o melhor e mais carismático da história, Mack também é um personagem muito interessante principalmente porque é palpável a transformação e crescimento do personagem durante a leitura.

Quando vi o pôster do filme pela primeira vez, fiquei muito feliz pois sabia que o livro seria relançado com uma capa muito bonita, além da nova capa, o livro também traz um texto introdutório do autor em comemoração aos 10 anos de lançamento do livro, além de trazer imagens com cenas da adaptação cinematográfica do filme.

A Cabana foi uma releitura melhor do que a primeira leitura, pois, eu estava mais maduro e preparado para o tema abordado pelo livro. Não é à toa que o livro fez e faz tanto sucesso no mundo. Eu tenho até hoje o livro que comprei a nove anos atrás com a capa original que eu acho linda, mas sem dúvidas a capa com pôster do filme também ficou linda e vou manter os dois livros em minha estante com muito carinho. A diagramação do livro é boa, não encontrei nenhum problema de revisão, a fonte tem um tamanho agradável a leitura.

Classificando:

Nenhum comentário:

Postar um comentário