15 de junho de 2017

Resenha: Opala - Jennifer L. Armentrout

Título: Opala (Opal)
Série: Lux #3
Autor: Jennifer L. Armentrout
Editora: Valentina
Ano: 2017
Páginas: 416
Já Resenhei: Obsidiana (Lux #1), Ônix (Lux #2).
Livro cedido pela editora para leitura. 
Ninguém é igual ao Daemon Black. Quando ele prometeu que iria provar seus sentimentos por mim, não estava brincando. Nunca mais vou duvidar dele. E agora que conseguimos finalmente aparar nossas arestas, bem... Tem rolado muita combustão espontânea. Mas nem mesmo ele pode proteger a família dos perigos de tentarem libertar aqueles que amam. Depois de tudo o que aconteceu, já não sou mais a mesma Katy. Tornei-me uma pessoa diferente... E não sei bem o que isso vai significar no final. Quanto mais nos aproximamos da verdade e nos colocamos no caminho da organização secreta responsável por torturar e testar os híbridos, mais me dou conta de que não existe limite para o que sou capaz de fazer. A morte de um ente querido continua afetando a todos, a ajuda surge do lugar mais improvável, e nossos amigos irão se tornar nossos piores inimigos, mas não podemos voltar atrás. Mesmo que com isso estejamos arriscando destruir nosso mundo para sempre. Juntos somos fortes... e eles sabem disso.

Depois de algum tempo a Valentina lançou o terceiro livro da saga Lux, eu já estava louco para ler esse livro, para descobrir o que viria adiante, os dois primeiros livros são de tirar o fôlego, eu já estava imaginando o que iria encontrar nesse livro.

Katy ainda está vivenciando as consequências de suas últimas escolhas, e nem todas as consequências são boas, algumas delas pondo em prova sua amizade com Dee. Ela continua com sua pacata vida na escola, com suas melhores amigas, mesmo tendo um pouco de medo que o DOD apareça devido aos aos últimos acontecimentos, mas parece que mesmo com toda a confusão as coisas estão se normalizando.

E bom Daemon provou seus sentimentos por ela, e agora eles estão oficialmente namorando e ele não cansa de surpreende-la e agrada-la, mas logo eles veem que as coisas que estavam muito pacatas vão se abalar um pouco quando uma pessoa que eles juravam já terem se livrado retorna a cidade e os chantageia para que o ajudem a conseguir algo que o DOD guarda a sete chaves.
— Isso não é um livro — rebate ele.
— Não me diga Dã...
— Não. Você não entende. — Virou-se para mim, furioso. — Não é um dos seus romances paranormais ou seja lá o que você gosta de ler. Não existe nenhuma trama estruturada nem uma ideia clara do que pode acontecer. Os inimigos não são óbvios. Não existe garantia de final feliz e você... — Baixou a cabeça de modo que nossos olhos ficaram nivelados.— Você não é uma super-heroína, não importa o que seja capaz de fazer.
Assim Daemon, Katy e o resto de sua família se veem obrigados a acatar o pedido do inimigo e passam a fazer parte do plano dele, para invadir o DOD para que ele possa conseguir o que tanto quer, mas as coisas não serão tão fáceis quanto parece e eles sabem que não devem confiar em mais ninguém além deles mesmos, para que possam realizar o plano sem nenhuma baixa.

Uau, apenas uau, como adorei esse livro, principalmente por ele trazer algumas respostas, mas ao menos tempo trazer ainda mais perguntas, a narrativa da Jennifer continua maravilhosa, adorei a inclusão dos novos personagens, e o final meu Deus é de tirar completamente o folgo e já te deixar salivando pelo próximo livro, que espero muito que a Valentina lance ainda esse ano. A Katy cresceu bastante desde o primeiro livro, nesse ela está mais ciente de suas atitudes e está fazendo escolhas melhores e mais bem pensadas, Daemon continua maravilhoso e ainda mais superprotetor com Katy por mais independente que ela seja.

Opala é uma daquelas continuações em que você fica tão ansioso e maravilhado durante a leitura quanto ficou no primeiro livro a série e nem todas as séries conseguem tal feito, esse sem dúvidas foi um dos melhores livros do ano. Sinceramente, não sou muito fã das capas da saga, para mim elas não fazem muito sentido, mas também não as considero feias, então fica no meio a meio. Não encontrei nenhum problema de revisão, a diagramação do livro é boa coisa bom normal nos livros da editora e a fonte tem um bom tamanho para leitura.

Classificando:

Nenhum comentário:

Postar um comentário