16 de março de 2018

Resenhando Filme: Extraordinário

Título: Extraordinário (Wonder)
Direção: Stephen Chbosky
Gênero: Drama
Duração: 111 min.
Lançamento: 7 de dezembro de 2017
Auggie Pullman (Jacob Tremblay) é um garoto que nasceu com uma deformação facial, o que fez com que passasse por 27 cirurgias plásticas. Aos 10 anos, ele pela primeira vez frequentará uma escola regular, como qualquer outra criança. Lá, precisa lidar com a sensação constante de ser sempre observado e avaliado por todos à sua volta. 




 Eu ainda não li extraordinário, mas, claro que eu tinha conhecimento do que se tratava o livro e ele estava entre os meus "pretendo ler um dia". Então anunciaram a adaptação cinematográfica do filme e claro que eu fiquei louco para ver né? Mas só consegui ver o filme na última semana em que ele estava em cartaz. dei muita sorte e ainda paguei bem baratinho HAHAHA.

Auggie nasceu com um problema genético que lhe causou deformação facial, aos 10 anos ele já passou por mais de 27 cirurgias plásticas. Em todos esses anos Auggie foi ensinado em casa pela sua mãe que desde seu nascimento se dedicou exclusivamente aos cuidados dele, mas, aos 10 anos os pais de Auggie acreditam que ele já está pronto para finalmente ir estudar em uma escola regular e conviver com outras crianças.

Antes de começar as aulas Auggie e sua mãe vão fazer uma visita a escola para conhecer as instalações, programas de aulas e o diretor, o diretor sugere que Auggie vá conhecer as instalações da escola com alguns alunos que pertencem a escola para ele já ir se adaptando, Auggie parece um pouco resistente a ideia, mas acompanha os garotos pela visita pela escola, e é ali que encontra seu primeiro desafio.

As aulas começam e Auggie começa a frequentar a escola, sempre com o apoio de seus pais e sua irmã, mas as coisas não são fáceis, as crianças não são delicadas a ponto de se por no lugar do outro e por isso evitam Auggie e qualquer tipo de interação com ele, mas, para se mostrar forte para a a família ele não desiste e continua indo a escola por mais difícil que seja e por maiores que sejam os obstáculos colocados para que ele possa se relacionar com outras crianças.

Gente que filme lindo, o grande ponto forte do filme é que ele não transforma o Auggie em um coitado por ele ter a deformação facial, as coisas não são fáceis claro, mas, nem por isso o personagem se faz pedante. O filme ainda aborda com beleza a o bullying na escola, a convivência familiar e suas dificuldades quando se tem alguém com uma necessidade maior de atenção, e de como a amizade é algo poderoso que pode nos ajudar a superar vários obstáculos. Devo dizer que a seleção de elenco foi maravilhosa ainda que sejam um pouco mau aproveitados, Julia Roberts está maravilhosa e Jacob Tremblay da um show de carisma como Auggie.

Eu não li o livro que gerou a adaptação então não tenho como dizer se o filme é fiel ao livro, mas o que posso dizer é que o filme se faz eficiente em entreter independente de ser fiel ou não ao livro e inegavelmente isso é importante. Mas depois desse filme sem dúvidas vou ler livro.

Extraordinário é um filme lindo que te fará dar boas risadas, sentir raiva, se emocionar, ficar triste, ficar alegre. Não derramei nenhuma lágrima como costumo fazer em alguns filmes, mas sem dúvidas sai do cinema completamente encantado com o que vi, um filme que se sai muito bem com tantos temas delicados sendo tratados.

Observações:
— Gente como a Julia Roberts é linda, já pararam para observar o sorriso dessa mulher?;
— O elenco mirim é maravilhoso, eles trazem bons momentos para o filme;
Star Wars na cabeça;
— Alguém me dá o quarto do Auggie?;
Via <3;
Jacob é maravilhoso, alguém dá um Oscar pra esse menino;
— Meu sonho sempre foi ir a uma festa de Halloween nos EUA;
— Amor é um sentimento tão grandioso;
— “Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil”;
— Vlad obrigado pela companhia sempre maravilhosa.

Classificando:

Um comentário:

  1. Olá Alisson!
    Foi o melhor livro que li e a adaptação mais fiel e bem feito que vi ♥
    É uma história que nos ensina muito, e nos faz repensar tudo.
    Beijos!

    Books & Impressions

    ResponderExcluir